Ministra joga vinho na cara de Serra após provocação

Colunista da Folha relata que Kátia Abreu se irritou com comentário de que seria “namoradeira” e disse que tucano jamais será presidente da República. Depois, desabafou: “Que ódio me deu”!

Uma situação inusitada colocou em lados opostos, na noite desta quarta-feira (9), o senador José Serra (PSDB-SP) e a ministra da Agricultura, Kátia Abreu. Eles estavam entre os convivas do jantar de confraternização promovido na casa do líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), em Brasília, quando o tucano fez uma provocação à peemedebista em tom de brincadeira, chamando-a de “namoradeira”. Kátia não gosto do tom da conversa e, em um rompante de raiva, arremessou vinho no parlamentar.

“Reagi à altura de uma mulher que preza sua honra. Todas as mulheres conhecem bem o eufemismo da expressão ‘namoradeira’. Foi infeliz, desrespeitoso, arrogante e machista. A reclamação de vários colegas sobre suas piadas ofensivas são recorrentes”, reclamou a senadora, em sua conta no Twiiter (veja na imagem abaixo), sinalizando arrependimento do que diz ter feito nas eleições presidenciais de 2010, quando o tucano foi derrotado pelo ex-presidente Lula (2003-2010).

“Em 2010, votei e apoiei este senhor”, acrescentou.

O bastidor do jantar, do qual participaram cerca de 40 senadores e o vice-presidente da República, Michel Temer, após conversa a sós com a presidente Dilma Rousseff, foi revelado pela colunista Monica Bergamo nesta quinta-feira (10), no site do jornal Folha de S.Paulo. Segundo a jornalista, que detalha o episódio, Kátia acusou Serra de ter se aproximado de um grupo de senadores com quem conversava, “numa roda em que não tinha sido chamado, sem mais nem menos”, e disparou: “Kátia, dizem por aí que você é muito namoradeira...”.

Ainda segundo o relato da ministra, reportado pela colunista, a resposta precedeu o arremesso de vinho no tucano. “Você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República!”, bradou Kátia, exigindo que Serra saísse de perto dela. “Que ódio me deu!”

Leia a reportagem de Monica Bergamo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!