Ministra arquiva ação contra vice de Serra por Twitter

Mário Coelho


A ministra auxiliar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Nancy Andrighi extinguiu, sem exame de mérito, a representação em que o PT solicitava a aplicação de multa ao deputado Índio da Costa (DEM-RJ), candidato a vice-presidente da República na chapa encabeçada por José Serra (PSDB). O partido afirmou que o parlamentar fez propaganda eleitoral antecipada pelo Twitter em 4 de julho.


Em sua decisão, a ministra considerou que o PT não tem legitimidade ativa para propor sozinho a ação, porque integra a coligação "Para o Brasil Seguir Mudando", que apóia a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República. A ministra lembrou que a coligação solicitou pedido de registro no TSE no dia 5 de julho, um dia antes de o PT apresentar a representação contra Índio da Costa.


Segundo a representação, Índio da Costa disse, em resposta a um seguidor no microblog, saber que a responsabilidade de ser vice na chapa de Serra é "enorme". "A responsabilidade é enorme. Mas, conto com seu apoio e com o seu voto. Serra Presidente: o Brasil pode mais", disse. A resposta foi tirada do ar por assessores do parlamentar.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!