Ministério da Saúde não tem infectologista, admite Queiroga na CPI

Mesmo durante a pandemia, o Ministério da Saúde não possui médicos infectologistas atuando no núcleo central da pasta. A informação é do próprio ministro, Marcelo Queiroga, que fez a declaração durante a reunião da CPI da Covid, nesta terça (8). De acordo com ele, há apenas uma médica infectologista da Controladoria Geral da União (CGU) que é “consultada” periodicamene.

Assista:


A informação de que a pasta não tem infectologistas gerou uma discussão entre os parlamentares da base do governo. O senador Jorginho Mello (PSL-SC) e o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) tentaram reverter a fala. “Tem infectologista sim”, disseram.

Militares 

Como herança da gestão do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, militares ainda ocupam cargos técnicos na pasta. O ministro afirmou que não tem interesse em desmilitarizar a pasta. “Os que têm competência técnica, ficarão. [...] eu não fico contando militar, para mim são todos cidadãos”, disse.

Eles foram interrompidos pelo presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). “Quem é o ministro? Você ou ele?”, rebateu. O ministro Queiroga se comprometeu a informar ao colegiado o balanço de médicos que integram a pasta.

 

Continuar lendo