Meirelles confirma filiação ao MDB, mas decisão sobre candidatura fica para semana que vem

 

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou no início da noite desta terça-feira (27) sua filiação ao MDB de Michel Temer. O anúncio foi feito em sua conta no Twitter. Antes, o perfil do MDB nacional já havia anunciado que a ficha de filiação de Meirelles será assinada na próxima terça-feira (3) por Temer e pelo senador Romero Jucá (RR), presidente nacional da sigla.

<< Meirelles admite trocar o PSD pelo MDB para disputar o Planalto

Identificado como candidato de centro com tendência para a direita, Meirelles já tinha deixado clara sua intenção de concorrer à Presidência da República, mas não teria espaço dentro do PSD, ao qual era filiado. Agora, o ministro afirmou que só tomará uma decisão sobre se candidatar a partir de semana que vem.

“É nosso desafio aprofundar as mudanças que tiraram o Brasil da pior crise de nossa história. Na próxima semana tomarei a decisão se irei ou não me candidatar nas eleições de outubro”, escreveu Meirelles, acrescentando que continuará “focado no trabalho no Ministério da Fazenda”. O prazo para desincompatibilização de cargos públicos com vistas à participação em eleições vai até 7 de abril.

O ministro não tem garantias de que será o candidato do MDB ao Palácio do Planalto, agora que Temer também já anunciou que tentará se manter no cargo nas eleições de outubro. Temer e Meirelles conversaram, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo, na última sexta-feira (23). De acordo com aliados, o ministro da Fazenda teria dito a Temer que sabia não ser o preferido da sigla para a candidatura, mas que trabalharia para tornar-se um nome viável até junho.

 

<< Pré-candidatos, Maia e Meirelles voaram mais de cem vezes nas asas da FAB desde dezembro

<< Meirelles vai renunciar à Fazenda para tentar viabilizar candidatura à Presidência

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!