Marconi não pagou IPTU da casa que vendeu a Cachoeira

Governador deu calote no IPTU da mansão de Cachoeira
O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), vendeu para o contraventor Carlinhos Cachoeira a sua mansão no Alphaville em Goiânia sem quitar o IPTU, que foi pago só no fim do ano passado, justamente quando Cachoeira se mudou para o imóvel. As dívidas somaram mais de R$ 10 mil, em dois processos de execução datados de 5 de abril de 2011, na 1ª Vara da Fazenda Municipal (nº 201101444589) e na 3ª Vara (nº 201101444597), segundo documentos de posse da coluna. A quitação do imposto foi baixada judicialmente em novembro, após pagamento também das custas dos processos.

Marconi não pagou IPTU porque considerava que prefeitura cobrava uma taxa abusiva

Defesa
Marconi Perillo alegou aumento abusivo do imposto, à época, e foi à Justiça contra a prefeitura do adversário PMDB. Perdeu.

Palco
Foi nesta casa, em condomínio de luxo, que Cachoeira foi preso pela PF na Operação Monte Carlo. Ele morou nela por três meses até ser detido em 29 de fevereiro.

Quem pagou?
A casa foi vendida em julho. Mas curiosamente, a baixa judicial do calote foi dada em novembro, quando Cachoeira se mudou para a mansão com a nova mulher, Andressa.

A Copa do Senado
Acredite. Cada senador tem no gabinete funcionários suficientes para organizar uma Copa das Confederações. São 79 servidores – entre os de carreira e comissionados – para cada parlamentar, distribuídos em Brasília e nos escritórios regionais. Isso completaria sete times de futebol, e ainda com duas vagas para o treinador.

Lixo milionário
O Senado jogou recentemente no lixo um estudo de reforma administrativa contratado à Fundação Getúlio Vargas por R$ 500 mil. A reforma cortaria cargos e foi sepultada. Traria economia de R$ 185 milhões.

Um exemplo
Para se ter ideia de como a gastança é grande, do outro lado do Congresso, o deputado Reguffe (PDT-DF) abriu mão de 18 dos 25 cargos aos quais teria direito. E o gabinete funciona sem atropelos ou atrasos.

Passadinha
Apesar do ponto eletrônico, o Senado não consegue monitorar os suspeitos fantasmas. É gente que passa ali, bate o ponto e pula fora. Só retorna no fim do dia, para bater ponto de novo.

Lobby interno
A Câmara dos Deputados ainda não tem ponto eletrônico. Suspeita-se que ali o cenário é pior que no Senado. A Mesa Diretora teme revolta. Dos parlamentares.

Imóvei$
Veja como o brasileiro compra mais. O Feirão da Casa Própria da Caixa que se encerra neste fim de semana bateu o recorde das oito edições. Até agora, foram R$ 11,2 bilhões em negócios, R$ 2 bi a mais que ano passado.

Infância perdida
O Conselho Tutelar de Altamira (PA) tem apenas uma Kombi, velha e enferrujada, para transportar os poucos fiscais que combatem o crescente mercado de prostituição infantil no entorno das obras da usina hidrelétrica de Belo Monte.

Perigo no ar
Policiais e auditores da Receita ouvidos pelo TCU revelam que os voos mistos, com conexões e escalas no Brasil antes de sair do país, prejudicam o trabalho de fiscalização, por causa das regras diferentes para passageiros nacionais e internacionais.

Check out
Esses voos, segundo a PF, facilitam o tráfico de pessoas e contrabando de material e até droga. A TAM, com 140 rotas e 29 mil passageiros por mês, e a Gol, com 111 e 20 mil passageiros, são as campeãs de voos mistos. O governo deve proibi-los em breve.

Que Maravilha!
O TRE de Alagoas acabou o recadastramento biométrico para a eleição. Sumiram 9% dos eleitores. A cidade de Maravilha ficou sem 25% de seus eleitores.

Mestre caseiro
Conta do deputado Lincoln Portela (PR-MG). Mais de mil famílias no país já aderiram à educação domiciliar, comum nos Estados Unidos, mas sem regulamentação por aqui.

Ponto Final
Se há uma coisa que os petistas de todo o país detestam é a intromissão do diretório nacional em questões regionais, revelam.

Com Gilmar Correa e Marcos Seabra

contato@colunaesplanada.com.br . www.colunaesplanada.com.br . Twitter @leandromazzini

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!