Manifestantes pedem a Dilma que vete Código Florestal

Mais de 500 pessoas ocuparam a Praça dos Três Poderes esta manhã para protestar contra as mudanças na legislação ambiental. Grupo entregou 1,5 milhão de assinaturas ao secretário-geral da Presidência

A Praça dos Três Poderes ficou toda colorida de verde nesta manhã. Cerca de 500 crianças soltaram balões em frente ao Palácio do Planalto. O protesto infantil fez parte da manifestação organizada pelo Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável que pede a intervenção da presidenta Dilma Rousseff no texto do novo Código Florestal.

O movimento entregou 1,5 milhão de assinaturas de cidadãos que também são contrários às mudanças feitas no projeto original ao secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho. A proposta tramita no Senado, onde será votada em plenário amanhã. Como está sendo alterado pelos senadores, o texto terá de voltar à Câmara para nova análise dos deputados.

Os manifestantes se reuniram em frente ao Congresso Nacional de onde saíram em direção ao Palácio do Planalto. Nas mãos, as crianças levavam diversos cartazes direcionados à presidenta Dilma. Um deles trazia a inscrição: “Dilma, salve as florestas e proteja o nosso futuro”. Por volta das 10h, eles chegaram à Praça dos Três Poderes e permaneceram lá até que uma comissão formada por artistas, representantes de entidades nacionais e estudantes fosse recebida por Gilberto Carvalho.

Promessa de campanha

Ao entregar o abaixo-assinado, o grupo reiterou o pedido de veto. Segundo o representante da organização SOS Clima Tempo, Roberto Lennox, a audiência com o secretário foi bastante produtiva. Lennox contou que Gilberto Carvalho disse que a presidenta pretende cumprir a promessa de campanha de barrar qualquer projeto que permita o aumento do desmatamento e a anistia aos desmatadores.

Ainda de acordo com o representante da ONG, Carvalho afirmou que a tramitação no Senado não ocorreu como o governo queria e que os pontos polêmicos do texto ainda serão discutidos com a base na votação de amanhã.

Mobilização

A ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora Marina Silva participou da manifestação. “A presidenta está respaldada para vetar o novo Código Florestal. Ela prometeu no segundo turno da campanha que vetaria qualquer dispositivo que aumentasse o desmatamento e promovesse a anistia. Viemos aqui para dar ainda mais respaldo. Esse texto que está sendo aprovado no Senado é inadimissível”, afirmou.

Para a cantora Vanessa da Mata, a presença de artistas ajuda a despertar uma consciência e uma mobilização geral em torno do tema. “É preciso pensar que vai mudar. Temos uma sensação de impunidade no país em todos os quesitos. Existe muita gente com sede de mudança, mas que fica com raiva em casa, com aquela sensação que não consegue mudar nada. A partir do momento em que você vai para a rua, já é uma mudança”, garantiu.

O Comitê Brasil em Defesa das Florestas é formado por 200 entidades nacionais, como a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o SOS Clima Terra, o Greenpeace e o WWF, entre outras. Além dos representantes das entidades, artistas e parlamentares também participaram do ato.

Os manifestantes estão concentrados no gramado em frente ao Congresso Nacional e lá pretendem ficar até o final da tarde.

Leia tudo sobre o Código Florestal

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!