Malha fina para político: veja como cada senador votou

Proposta foi rejeitada por 12 votos a três na CAE e deve ser arquivada no Senado

Por 12 votos a três, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado rejeitou hoje (13) projeto de lei do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) que incluía automaticamente na malha fina a declaração de Imposto de Renda dos políticos eleitos (presidente da República, governadores, senadores, deputados, prefeitos e vereadores). O texto, que já foi considerado inconstitucional pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), será arquivado na própria CAE caso não haja apresentação de recurso para que seja examinado no plenário. Prevaleceu o entendimento entre os senadores de que o projeto discrimina os políticos e "criminaliza" a política. Veja o voto dos senadores:

A favor:
Eduardo Suplicy (PT-SP)
Rodrigo Rollemberg (PSB-DF)
Pedro Taques (PDT-MT)

Contra
Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP)
Armando Monteiro Neto (PTB-PE)
Blairo Maggi (PP-MT)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Francisco Dornelles (PP-RJ)
Humberto Costa (PT-PE)
José Agripino (DEM-RN)
José Pimentel (PT-CE)
Ricardo Ferraço (PMDB-ES)
Roberto Requião (PMDB-PR)
Sérgio Souza (PMDB-PR)
Valdir Raupp (PMDB-RO)

CAE rejeita “malha fina” obrigatória para políticos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!