Lula: Venezuela no Mercosul é “amadurecimento” dos senadores

Fábio Góis

O ingresso da Venezuela no bloco comercial do Mercosul, aprovado ontem (quinta, 29) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, foi visto pelo presidente Lula como sinal de “amadurecimento” dos senadores. Lula se referiu à rejeição de boa parte dos parlamentares, inclusive da base governista, à entrada do país vizinho, devido às ações supostamente ditatoriais do presidente venezuelano Hugo Chávez.

Aprovada entrada da Venezuela no Mercosul 
Senado vai aprovar Venezuela no Mercosul, diz Jucá


“Os senadores brasileiros, nesse tanto tempo de debates que fizeram, amadureceram. Hoje, acho que a grande maioria tem consciência da importância desta parceria”, disse Lula em Caracas (Venezuela), que participou da inauguração do novo Consulado-Geral do Brasil.


“Nós sonhamos que, um dia, todos os países sul-americanos estejam participando do Mercosul. Ele vai ficar maior, mais forte, econômica e comercialmente mais importante, e politicamente muito mais importante.”


Mais tarde, Lula se encontrou com Chávez – que não o foi receber na base aérea de Caracas – em outra cerimônia. Para Lula, “a Venezuela está cada vez mais no Mercosul”.

“As coisas entre Venezuela e Brasil começaram a andar de forma extraordinária”, disse Lula, sentado à mesa com o colega em solenidade que firmou parceria entre empresas do setor energético dos dois países. “E até a PDVSA e a Petrobras, que, por serem muito grandes e muito ricas, tinham dificuldades de se entenderem, finalmente hoje vão confirmar o acordo da construção definitiva da refinaria Abreu e Lima [na região metropolitana de Recife-PE].”


Há cerca de 300km a Sudeste de Caracas, os presidentes vão visitar plantações de soja desenvolvidas pela Venezuela com emprego de tecnologia brasileira. Ainda está previsto para esta sexta-feira um jantar entre Lula e Chávez. O item principal da pauta é justamente o ingresso da Venezuela no bloco comercial, que vai à apreciação do plenário do Senado na próxima quarta-feira (4).

Continuar lendo