Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Lindbergh Farias é o Parlamentar de Futuro

Para internautas, senador fluminense foi o que mais se destacou no Congresso este ano entre aqueles com menos de 45 anos

Em 1992, ele despontou como o rosto mais conhecido do movimento dos caras pintadas, que contribuiu para o impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello. Na presidência da União Nacional dos Estudantes (UNE), Lindbergh Farias tornou-se conhecido nacionalmente por comandar as grandes manifestações que pediam a saída de Collor do governo. Dezenove anos depois, o atual senador pelo PT do Rio de Janeiro foi escolhido como o parlamentar de futuro pelos internautas que participaram da segunda etapa do Prêmio Congresso em Foco.

Prestes a completar 42 anos, o petista foi o mais votado na categoria, concedida pelo site em parceria com a Ambev, aos deputados e senadores com menos de 45 anos que mais se destacaram no primeiro ano da atual legislatura. Ele recebeu 6.005 votos.

Lindbergh recebeu o troféu das mãos do diretor da Ambev Disraelli Galvão Guimarães. O petista travou uma disputa acirrada com o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ), que obteve 5.161 votos. A deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS), com 3.905, o deputado Reguffe (PDT-DF), com 2.952 votos, e o senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP), com 1.502, completaram o time dos cinco parlamentares com menos de 45 anos que mais se destacaram no Congresso em 2011.

Os cinco foram indicados por 267 jornalistas que cobrem a Câmara e o Senado e que votaram na primeira fase do prêmio. Ele também foi indicado como um dos melhores senadores do ano, na categoria principal.

Trajetória

Paraibano de João Pessoa, Lindbergh está em seu primeiro mandato no Senado. Começou sua trajetória política no movimento estudantil. Dois anos depois do movimento dos caras pintadas, elegeu-se deputado federal pelo PCdoB.

Em 1997, Lindbergh assumiu a presidência da União da Juventude Socialista (UJS) e se filiou ao PSTU. Destacou-se na oposição ao governo Fernando Henrique, sobretudo como crítico das privatizações. Filiado ao PT, voltou à Câmara em 2002. Dois anos depois, elegeu-se prefeito de Nova Iguaçu e renovou o mandato em seguida. No ano passado, venceu a disputa para o Senado como o candidato mais votado do Rio de Janeiro. O senador preside atualmente a Subcomissão das Pessoas com Deficiência e tem atuado na defesa dos portadores da Síndrome de Down.

O Prêmio Congresso em Foco 2011, que este ano tem como tema a construção da democracia, tem o patrocínio da Ambev e da Petrobras. É apoiado pela Associação Nacional dos Peritos Criminais (APCF), pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelo Sindicato Nacional dos Fiscais Federais e Agropecuários (ANFFA Sindical). Também apoiam o prêmio a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg), a Associação Nacional de Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), a Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef), a TIM, a Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Este prêmio também é realizado em parceria com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal.

Continuar lendo