Prefeita de Paris convida Lula para receber homenagem

A prefeita de Paris convidou o ex-presidente Lula para receber pessoalmente o título Citoyen d'Honneur (Cidadão de Honra), o convite foi postado na sua conta no Twitter. Pela rede social, o senador Humberto Costa, líder do PT no senado respondeu a líder francesa afirmando que “o Brasil está em festa e Lula irá o mais rápido possível à Paris receber o título”.

> Lula deixa a prisão, ataca Moro e Bolsonaro e diz só ter amor no coração

"Feliz em saber que o antigo presidente do Brasil Luiz Inácio << Lula>> da Silva acaba de ser solto. Eu o aguardo para vir o mais rápido à Paris da qual é Cidadão de Honra. @LulaOficial #Brésil #LulaLivre", Anne Hidalgo.


O título de honra foi uma homenagem prestada ao ex-presidente Lula pelo Conselho de Paris - equivalente a Câmara dos Vereadores no Brasil - enquanto o ex-presidente estava preso em Curitiba desde abril de 2018. O título foi aprovado em Paris como uma forma de reconhecimento do compromisso de Lula no combate às desigualdades sociais no Brasil enquanto cumpria o seu mandato presidencial.

Outras repercussões internacionais

Cristina Kirchner também se manifestou na rede social após Lula sair da prisão. Segundo a ex-presidente da Argentina, a prisão do Lula representa uma das maiores aberrações da lawfare - termo que faz referência ao uso da lei como máquina de guerra - na América Latina.  

“Cessa hoje uma das maiores aberrações do lawfare na América Latina: a privação ilegítima de liberdade do ex-presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva”, afirma Cristina Kirchner na sua conta no Twitter.

Presidente eleito na Argentina, Alberto Fernandez, comemorou na sua conta no Twitter a soltura do ex-presidente brasileiro. “Comovente a fortaleza de Lula para afrontar esta perseguição (só esta definição cabe ao arbitrário processo judicial ao que foi submetido). Sua Integridade mostra não apenas o compromisso mas a imensidão deste homem”, afirma Fernadez.

O presidente eleito da Argentina se manifestou outras vezes em apoio a Lula em posts no Twitter. Quando saiu a decisão do STF, o líder político se manifestou apoiando a decisão do Supremo Tribunal Federal, utilizando a hashtag #LulaLivre, afirmando que as prisões são executáveis somente quando se encerram os recursos. Esta seria também uma das lutas em curso na Argentina, segundo o político. Com sua vitória nas urnas Fernandez postou uma manifestação favorável a pauta do Lula Livre. 

> Juiz que liberou Lula pede reforço de segurança para o petista. Veja a íntegra da decisão

Campanha do Congresso em Foco no Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!