Líderes articulam bloco para eleição da Câmara

PMDB e Solidariedade estarão juntos na disputa pela principal cadeira da Mesa Diretora da Casa. Ideia é unir outras legendas e alcançar ao menos 160 deputados

Líderes partidários estão articulando formações de blocos parlamentares visando à disputa pela presidência da Câmara e por outros cargos na Mesa Diretora e também nas comissões  técnicas da Casa a partir de fevereiro de 2015. Hoje, PMDB e Solidariedade (SD) firmaram compromisso para a formação de um bloco parlamentar. O acordo foi fechado durante almoço dos deputados do SD com o líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha (RJ).

Segundo o presidente do SD, deputado Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força), os dois partidos firmaram o acordo para a formação do bloco e o apoio dos deputados do SD à provável candidatura do deputado Eduardo Cunha à presidência da Câmara no dia 2 de fevereiro do ano que vem. Paulinho informou que está praticamente fechada a formação de um bloco envolvendo o PMDB, o SD e outros partidos, que terão juntos mais de 160 deputados.

Pela tradição da Câmara, cabe à maior bancada ou bloco partidário a indicação do candidato para disputar a Presidência da Casa. O líder Eduardo Cunha trabalha para a formação de um grande bloco que lhe dê sustentação para a disputa da presidência da Câmara.

Paralelamente à formação do bloco, Cunha trabalha também para conquistar o voto da maioria dos deputados para se eleger. “Estou fazendo a minha parte. Vou atrás de cada voto, um por um”, disse Eduardo Cunha à Agência Brasil.

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!