Leia íntegra da resposta de Adrian Mussi

Deputado explica que veículos foram alugados seguindo normas da Câmara

O Congresso em Foco entrou em contato com a assessoria do deputado Adrian Mussi (PMDB-RJ) para questioná-lo sobre os aluguéis de veículos da empresa DCS Moura. Leia abaixo a íntegra da resposta enviada por correio eletrônico ao site:

Quais foram os carros alugados pelo deputado junto à D C S Moura em 2012?
Até 2012, o deputado Adrian alugava uma van com motorista, no valor de R$ 4,5 mil; e um Santana 2005, no valor de R$ 3 mil mensais.
E quais são os carros alugados agora em 2013? Eles são usados apenas em Macaé ou também em Brasília?
Em 2013, o deputado Adrian aluga um Corola 2005/06, no valor de R$ 3 mil; e uma Van 2013, no valor de R$ 4,5 mil mensais. Os carros são utilizados pelo congressista em suas atividades parlamentares em todo o Estado do Rio de Janeiro.
Qual a opinião do deputado sobre os valores pagos para os aluguéis? Não são valores muito altos para o serviço prestado?

Na opinião do deputado federal Adrian, os valores estão de acordo com os praticados pelo mercado. "Os valores dos veículos são os mesmos praticados por outras empresas da região. Há, inclusive, casos de empresas que cobram valores bem superiores para o aluguel dos mesmos modelos para empresas do Estado". Além disso, os veículos também são usados pela equipe de assessores do deputado para executarem o trabalho do parlamentar no Estado.
E o que ele acha sobre a cota permitir o aluguel de veículos? É, de fato, importante para o exercício do mandato?
"É imprescindível para o exercício da atividade parlamentar que o deputado federal possa se locomover em seu Estado, possa conhecer e atender as demandas, tanto da região metropolitana quanto do interior. O aluguel de carros permite, inclusive uma contenção de gastos. Sai mais barato alugar um carro do que adquirir um para essa finalidade e custear a manutenção."
Por que esta empresa foi escolhida pelo deputado para o aluguel dos veículos?
O deputado Adrian escolheu essa empresa por ter recebido boas indicações sobre o trabalho dela.
O deputado já tinha referências sobre ela antes de fazer o contrato?
Sim. Essa mesma empresa já prestava serviço (e ainda atende) a prefeitura da cidade de Macaé, através da empresa Fiel.

O deputado federal Adrian (PMDB/RJ) reafirma a lisura na contratação da empresa DCS Moura. Não há qualquer irregularidade no contrato, os preços pagos pelos aluguéis dos veículos estão abaixo dos praticados pela média do mercado. A diretora da empresa contratada é conhecida na cidade, trabalha na área há muito tempo e é tida como referência no setor.

O deputado lembra que não cabe a ele julgar a lisura da empresa a partir da quantidade de notas fiscais emitidas antes do contrato estabelecido e que desconhece o motivo de questionamento que esse fato suscitaria.

Sobre o histórico trabalhista da proprietária da empresa, o deputado Adrian ressalta que desconhece essas informações e julga que, mesmo assim, não há nenhuma incongruência ou ilegalidade em contratar uma empresa que atende às demandas com qualidade, eficiência e preços justos, abaixo dos praticados na média do mercado.

O deputado Adrian afirma também que não há nenhuma relação, a não ser a tratada no contrato de locação de veículos, entre ele e a dona da empresa. Na sua opinião, a proximidade de alguns familiares dele com a dona da empresa ou qualquer outra pessoa com histórico de boa qualidade de trabalho não é passível de questionamento, uma vez que a família Mussi é grande e tem forte tradição política no local.

Mais sobre verbas e cotas

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!