Jornais: 1ª fase da CPI foca Cachoeira e poupa deputados e governadores

Investigação sobre Delta se limitará à sua atuação no centro-oeste, analisa a Folha

FOLHA DE S. PAULO

1ª fase da CPI foca Cachoeira e poupa deputados e governadores

A primeira fase de depoimentos da CPI do Cachoeira foca o grupo do empresário Carlinhos Cachoeira, poupando o comando da construtora Delta e políticos — deputados e governadores.

A investigação sobre a empreiteira se limitará à sua atuação no Centro-Oeste. Cachoeira e o senador Demóstenes Torres serão ouvidos neste mês.

Só as futuras poupanças devem ter regra alterada

O governo deve anunciar hoje mudanças nas regras da poupança. O novo modelo foi discutido ontem pela presidente Dilma com o ministro Guido Mantega (Fazenda) e com o presidente do BC, Alexandre Tombini.

As mudanças devem atingir só as novas aplicações. Entre as propostas em debate, estão a que prevê associar a remuneração a um percentual da Selic, a cobrança de IR e a correção com base em um índice de preços.

Ativista chinês se diz ameaçado e deixa embaixada norte-americana

Após seis dias refugiado na embaixada norte-americana, o dissidente cego Chén Guangcheng deixou o local e se internou em um hospital de Pequim. Ele disse que o governo chinês ameaçou espancar sua mulher até a morte. A China acusou os Estados Unidos de interferir em um assunto doméstico e quer uma retratação do governo americano.

STJ determina que pai pague por abandono afetivo da filha

Em decisão inédita no país, o Superior Tribunal de Justiça condenou um pai a pagar indenização de R$ 200 mil por abandono afetivo à filha que teve fora do casamento, hoje adulta.

Para a relatora do caso, ministra Nancy Andrighi, abre-se “um caminho para a humanização da Justiça”. O advogado do pai afirmou que deve recorrer.

Parto prematuro é a 2ª causa de morte até 5 anos

Dados da Organização Mundial da Saúde mostram que complicações do parto prematuro são a segunda causa de morte até cinco anos, atrás da pneumonia. O Brasil, com 279 mil casos em 2010, está em faixa intermediária. Para especialista, o dado põe o país em “situação de atenção”.

Elétricas podem ter de devolver R$ 7 bi a clientes

Um parecer técnico do Tribunal de Contas da União vai recomendar a seus ministros que obriguem as 63 distribuidoras de energia do país a devolver R$ 7 bilhões cobrados a mais dos consumidores na conta de luz durante pelo menos sete anos. O próprio TCU identificou a falha, em 2007.

Ex-delegado diz que matou e incinerou vítimas da ditadura

 

 

 

O GLOBO

 

Depois da pressão de Dilma, ações de bancos despencam

No primeiro dia útil após o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff na TV atacando os bancos pelos juros altos, o mercado reagiu e as ações das principais instituições financeiras do país despencaram. Enquanto o Ibovespa, índice de referência do mercado, subiu 0,98%, os papéis de todos os bancos recuaram. Os do Banco do Brasil (BB) caíram 2,71% por que os analistas entendem que a instituição pode ter sua margem de lucro reduzida com o corte drástico dos juros determinado pelo governo. Mas caíram também ações de Itaú Unibanco PN (-2,48%), Bradesco PN (-1,4%) e Santander (-0,19%). Para especialistas, as quedas mostram a aversão dos investidores a interferências do governo no setor. Cientistas políticos dizem que, com o discurso de Primeiro de Maio, Dilma quis fazer a população pressionar os bancos. Hoje, a presidente se reúne com políticos, empresários e líderes sindicais para apresentar a proposta do governo para mudar a remuneração da caderneta de poupança. Uma das alternativas é ter remuneração variável entre 65% e 80% da taxa básica de juros (Selic), em vez de TR mais 6% ao ano, como é hoje. A mudança só valerá para os novos depósitos.

CPI convoca Cachoeira, mas não Cavendish

No plano de trabalho para os primeiros 180 dias da CPI mista de Carlinhos Cachoeira, apresentado ontem pelo relator Odair Cunha (PT-MG), já consta a convocação e quebra de sigilos do bicheiro, mas ainda não há previsão de depoimentos do dono da Delta, Fernando Cavendish, e de governadores envolvidos no escândalo.

Ex-delegado confessa crimes da ditadura

O ex-delegado do Dops Cláudio Antônio Guerra diz, em livro de memórias, que corpos de militantes foram incinerados numa usina de açúcar no Rio e que Sérgio Fleury foi assassinado pelo próprio regime.

STF devolve a índios reserva no Sul da Bahia

O STF anulou ontem, por sete votos a um, títulos de propriedade de fazendeiros que ocupavam terras numa reserva de índios pataxós, na Bahia. A área, de 54 mil hectares, tem sido palco de conflitos.

PMs armados nas escolas

O PM João Carlos Oliveira faz a segurança do Colégio Júlia Kubitschek em seu dia de folga. Os policiais que aderirem ao Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis) podem trabalhar armados e revistar alunos.

Pai terá de indenizar filha por abandono

Em decisão inédita, o Superior Tribunal de Justiça condenou um pai a pagar R$ 200 mil à filha por abandono afetivo. Ela obteve na Justiça reconhecimento da paternidade e alegou que não recebeu o tratamento dado aos irmãos.

Advogado é morto na porta do Fórum

Advogado e dono de duas escolas, Benedito do Carmo Mangia, de 60 anos, foi executado com um tiro na porta do Fórum da Barra, onde participaria de uma audiência. O atirador simulou uma pane no carro para emboscar a vítima.

Transoeste: uma obra em dois ritmos

Com data para serem inauguradas — 13 de junho, início da Rio+20 —, as obras do corredor expresso BRT Transoeste aceleram no trecho Barra-Recreio, mas andam devagar após o Túnel da Grota Funda até Santa Cruz.

Até bicicleta elétrica cai na Lei Seca

Ao parar sua bicicleta elétrica para filmar uma blitz da Lei Seca montada sobre a ciclovia do Arpoador, um cinegrafista teve o veículo rebocado por não portar habilitação e estar sem capacete.

Dissidente cego chinês embaraça EUA

O dissidente cego Chen Guangcheng deixou os EUA num embaraço diplomático, ao dizer que só concordou em sair da embaixada americana em Pequim após ameaças de morte do governo chinês à sua mulher. Os EUA negam ter transmitido tal mensagem.

 

 

 

 

O ESTADO DE S. PAULO

 

Blindagem do PT cai e Delta terá investigação ampliada

A CPI do Cachoeira tirou a blindagem montada pelo PT para proteger o governo federal e decidiu investigar em todo o Brasil, e não só no Centro-Oeste, as ligações da empreiteira Delta, que executa obras do PAC, com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Quanto aos governadores Marconi Perillo (PSDB-GO), Agnelo Queiroz (PT-DF) e Sérgio Cabral (PMDB-RJ), a CPI nada decidiu. Os nomes de Agnelo e Perillo aparecem nas escutas telefônicas obtidas pela Polícia Federal. Quanto a Cabral, os parlamentares de oposição desejam convocá-lo por causa da ligação com o empresário Fernando Cavendish, dono da Delta e suspeito de ser “sócio oculto” de Cachoeira.

Sérgio Cabral precisa explicar conduta e provar honestidade

Dilma quer vincular poupança à taxa básica

O governo decidiu apressar as mudanças na regra de remuneração da caderneta de poupança para abrir espaço para a continuidade dos cortes de juros. Ontem, a presidente Dilma Rousseff pediu novos cálculos ao ministro da Fazenda, Guido Mantega. A alternativa que ganhou maior adesão nos últimos dias é a que garante ao poupador um rendimento de 80% da taxa Selic, que hoje está em 9% ao ano.

Crescimento em pauta

Dilma Rousseff se reunirá hoje com sindicalistas, empresários e integrantes do conselho político.

Um caso sombrio

O ativista cego Chen Guangcheng chega a hospital de Pequim após sair da Embaixada dos EUA porque sua família foi ameaçada; apesar de garantias de Washington, ele corre risco, dizem colegas.

Ditadura teria incinerado corpos em usina

Um livro divulgado ontem sugere que corpos de militantes mortos pela ditadura em São Paulo e no Rio foram incinerados numa usina de cana em Campos dos Goytacazes (RJ), nos anos 70 e 80. Memórias de uma Guerra Suja, com depoimentos de Cláudio Guerra, ex-delegado e acusado de envolvimento com o crime organizado no Espírito Santo, indica que entre as vítimas está o comunista David Capistrano.

Pai que não cuidou da filha é condenado

O Superior Tribunal de Justiça reconheceu que filhos cujos pais deixaram de cumprir a obrigação legal de cuidar deles têm direito a indenização. Em decisão inédita, o STJ fixou em R$ 200 mil o valor que um acusado de abandonar a filha tem de pagar a ela pelos danos morais. O pai negou o abandono, mas admitiu ter agido com 'desmazelo'.

Confrontos matam 11 no Egito

Ferido é socorrido no Cairo: ao menos 11 pessoas morreram e 200 ficaram feridas em confrontos nas ruas.

Câmara aprova banco de DNA de criminosos

Viracopos vai deixar de ter voos internacionais

 

 

 

 

 

CORREIO BRAZILIENSE

 

CPI quebra sigilos e convoca Cachoeira

Ao decidir que delegados da Polícia Federal e procuradores que participaram da Operação Monte Carlo serão os primeiros a depor, a CPI do Cachoeira enfrentou um impasse: o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, rejeitou o convite. A comissão quer que ele explique a suposta demora em pedir a abertura de inquérito contra o senador Demóstenes Torres, uma das peças-chaves do escândalo de corrupção. O parlamentar e Cachoeira vão ser interrogados ainda neste mês. O bicheiro, no dia 15. O senador, no dia 31. Pelo menos de início, o plano de trabalho da CPI não inclui a convocação de governadores suspeitos de ligações com o esquema do contraventor. E não está afastada a hipótese de as investigações sobre a Delta Construções serem estendidas a todo o país.

Quadrilha armou chantagem contra Agnelo

Escutas telefônicas mostram que Carlinhos Cachoeira tentou enfraquecer o governador para que o GDF atendesse aos interesses da construtora Delta. Em várias ligações, o araponga Idalberto Matias, o Dadá, combinou com o chefe da organização criminosa a utilização de suposta denúncia do Ministério Público para desestabilizar politicamente o petista. O porta-voz da campanha era sempre o senador Demóstenes Torres, braço político da quadrilha.

Seu bolso: Governo deve anunciar hoje nova poupança

A presidente Dilma deve divulgar as novas regras que vão reduzir o rendimento de novas cadernetas de poupança, conforme antecipou o Correio Braziliense há duas semanas. Mas há também uma boa notícia: vai diminuir o Imposto de Renda sobre a participação de funcionários no lucro das empresas.

Ficha corrida de agressões

Indiciado pela polícia por injúria racial contra uma jovem negra, o médico Heverton Campos Menezes recebeu ontem a intimação para prestar depoimento. Desde 1994 ele acumula nove denúncias por vários crimes, como desacato e lesão corporal, mas ainda não foi condenado em nenhum caso.

STJ multa pai em R$ 200 mil por não dar amor à filha

A decisão do tribunal é inédita. Juristas a veem como um marco no direito de família. Antes da vitória no STJ, a autora da ação, que já é adulta, havia obtido na Justiça o reconhecimento da paternidade. Especialistas temem que a sentença estimule abusos de pessoas interessadas apenas em lucrar com a situação.

Saúde privada: Cheque-caução é crime

Projeto aprovado ontem pela Câmara prevê até um ano de prisão para os responsáveis dos hospitais que impuserem condições financeiras para atender casos de emergência.

Estatizações: Espanha apela ao Brasil

Depois de suas empresas serem desapropriadas na Bolívia e na Argentina, espanhóis pedem ajuda aos brasileiros nas negociações e podem investir mais no país.

Briga judicial põe em risco memória de JK

Donos da fazenda onde o ex-presidente passou os últimos anos de vida querem vender o imóvel. No local estão livros, móveis e parte da história do homem que construiu Brasília.

 

 

 

VALOR ECONÔMICO

 

Importações em queda apontam recuperação

O desaquecimento na economia global ampliou, em abril, os danos ao desempenho exportador brasileiro: as vendas caíram 8% e aumentaram apenas 2% no primeiro quadrimestre, na comparação das médias diárias com igual período de 2011. Mas a queda das importações, de 3% no mês passado, indica algo mais: a fraca recuperação da economia doméstica. Isso amenizou a diminuição do saldo comercial, que fechou o mês em US$ 881 milhões.

As compras externas de matérias-primas e bens intermediários caíram 6,6% em relação a abril de 2011, indicando fraco apetite da indústria por insumos, enquanto as de bens de consumo recuaram 11%, arrastadas pela menor importação de automóveis. Já as exportações de produtos básicos diminuíram 7,2% e as de industrializados, 8,2% na mesma base de comparação. Para o economista Francisco Pessoa, da LCA Consultores, os indicadores de abril conhecidos até agora acendem “um sinal amarelo” para a indústria no início do segundo trimestre.

Senhor Austeridade

Para o presidente do Budesbank, Jens Weidemann, conhecido como "dr. não", estabilidade de preços e união monetária são compatíveis "se as autoridades nacionais fizerem seu trabalho".

“Claudinho” dá as cartas no mercado

Desde 31 de agosto, quando o Comitê de Política Monetária (Copom) mudou subitamente o rumo da política de juros, o mercado ficou curioso em saber quem está por trás do fundo R&C FIM, que, apenas naquele dia, ganhou R$ 7 milhões ao antever o movimento inesperado. O dono do fundo é Cláudio Coppola Di Todaro, mais conhecido como “Claudinho”, que, sem perceber, tornou-se uma espécie de oráculo do mercado. Suas apostas de juros passaram a ser replicadas por outros investidores e até por grandes instituições. Sua empresa, a RC Gestão de Recursos, tem quatro dos dez fundos que mais acertaram resultados do Copom desde agosto.

Rendimento da poupança será de 70% a 80% da Selic

A base da proposta para a mudança da remuneração da poupança, que será encaminhada por medida provisória para o Congresso, é garantir à caderneta uma rentabilidade equivalente a 70% da taxa Selic. Discutia-se, ainda, a possibilidade de criar uma escala de acordo com o valor dos depósitos. Até uma determinada faixa (R$ 50 mil ou R$ 70 mil, por exemplo), o poupador receberia 80% da Selic e acima desse valor, 70%. Para as aplicações já existentes não deve haver mudanças.

A divulgação da medida foi adiada para hoje. A presidente Dilma Rousseff terá, à tarde, vários encontros para obter apoio político à alteração das regras da poupança. Primeiro, com o Conselho Político e, em seguida, com as centrais sindicais e empresários. Antes, deverá ter nova discussão com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para fechar o texto final.

WEG amplia sua linha com energia solar

Depois de dois anos de pesquisas, a WEG decidiu ampliar o escopo de sua produção de equipamentos para incluir a energia solar. A área de geração, transmissão e distribuição de energia do grupo, que engloba as energias renováveis, é uma das mais importantes da WEG. No resultado do primeiro trimestre, respondeu por 23% da receita líquida total, de R$ 1,37 bilhão. Ela só fica atrás dos negócios relativos a equipamentos eletroeletrônicos industriais, que representaram 63%. Umberto Gobbato, diretor-superintendente da WEG Automação, diz que a empresa pretende, até o fim do ano, ter presença em cinco projetos de energia solar no país.

Multas a concessionárias vão mudar

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) discute mudanças no valor das multas impostas às concessionárias de rodovias para uniformizar os contratos celebrados antes e depois de 2008.

Ambev eleva gastos com TI

Até o fim de 2013, a Ambev pretende investir R$ 160 milhões em tecnologia da informação. Os recursos serão direcionados, primordialmente, à aquisição de softwares e dispositivos móveis.

Repsol replaneja seu futuro após perda da YPF

 

Cresce a presença brasileira nos leilões de vinhos raros

Bühler nacionaliza a produção

A multinacional suíça Bühler iniciou a produção local de equipamentos para a indústria alimentícia em sua fábrica de Joinville (SC). Até agora, a unidade atuava apenas na montagem das máquinas, com peças importadas.

Light promete mais investimentos

Terceira pior distribuidora no ranking de qualidade da Aneel, a Light promete investir R$ 460 milhões neste ano para melhorar a qualidade do serviço e atender o crescimento do mercado fluminense.

Recebíveis vão financiar canaviais

A Ecoagro, primeira securitizadora autorizada pela CVM a estruturar e distribuir títulos do agronegócio, prepara emissão de RS 40 milhões em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) para produtores de cana-de-açúcar, diz Moacir Teixeira.

Cautela na bolsa

Piora do cenário internacional, principalmente na Europa, e dúvidas quanto ao ritmo de crescimento nos EUA e na China levam as corretoras participantes da Carteira Valor a recomendar papéis defensivos voltados à economia local.

STJ revê ICMS em serviços de teles

Superior Tribunal de Justiça deve rever decisão já consolidada em súmula que veda a cobrança de ICMS sobre serviços acessórios às telecomunicações, como habilitação de celulares e transferência de assinaturas.

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!