Jaques Wagner é alvo de operação da PF sobre a Fonte Nova

 

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) é o principal alvo da Operação Cartão Vermelho, deflagrada nesta segunda-feira, 26, pela Polícia Federal (PF), que apura suspeitas de superfaturamento na construção e demolição da Arena Fonte Nova, em Salvador. Agentes federais cumprem mandados de busca e apreensão no apartamento do atual secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia. Também são cumpridos mandados no escritório da empresa Parceria Inteligente.

Segundo a Polícia Federal, a obra foi superfaturada em valores que, corrigidos, podem chegar a mais de R$ 450 milhões. Parte do valor desviado, de acordo com a acusação, foi destinada ao pagamento de propina e ao financiamento de campanhas eleitorais.

A suspeita é de que a licitação que resultou na parceria público-privada que cuidou da obra tenha sido direcionada para beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações, formada pela Odebrecht e pela OAS.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!