Janot pede autorização do STF para investigar campanhas de Lula e Dilma

Com base na delação premiada do dono da UTC, Ricardo Pessoa, o procurador-geral da República quer apurar se dinheiro desviado da Petrobras foi sido usado em campanhas presidenciais

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou pedidos de investigação ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra as campanhas do ex-presidente Lula de 2006  e da presidente, Dilma Rousseff, de 2010 e 2014. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os requerimentos de investigação tomam como base a delação premiada do dono da UTC, Ricardo Pessoa, que afirmou à força-tarefa da Operação Lava Jato que fez doações para o PT como parte do pagamento de propina por obras obtidas junto à Petrobras. As solicitações estão nas mãos do ministro Teori Zavascki, responsável pelas investigações da Lava Jato no âmbito do STF.

Segundo o jornal, Ricardo Pessoa teria afirmado que repassou R$ 3,6 milhões para a campanha de Dilma entre 2010 e 2014. Em 2010, por determinação de José Filippi. Em 2014, por solicitação de João Vaccari Neto. Também existem suspeitas de que recursos da Petrobras abasteceram a campanha à reeleição do ex-presidente.

Nesta semana, dono da UTC declarou em depoimento prestado à Justiça Federal de Curitiba que fez depósitos oficiais em contas do PT como forma de pagamento de propina. De acordo com as investigações da Operação Lava Jato, entre 1% e 3% dos recursos pagos por obras na Petrobras eram desviados para partidos como PT, PMDB e PP. O pagamento de propina era fruto de acertos entre os empresários e os agentes políticos, para o Ministério Público Federal (MPF).

Veja reportagem na íntegra

Mais sobre Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!