Investidores processam Petrobras nos Estados Unidos

Donos de ações da estatal argumentam que a empresa violou a legislação de capitas ao fornecer material falso e comunicados enganosos. Escritório de advocacia diz existir uma "cultura de corrupção" na petrolífera

Investidores que compraram recibos de ações da Petrobras, negociados na Bolsa de Nova York entre 2010 e 2014, entraram com um processo contra a estatal nos Estados Unidos. Com o argumento que a empresa apresentou material falso e comunicados enganosos aos órgãos norte-americanos, eles procuram compensação pela desvalorização dos papéis da petrolífera. De acordo com o jornal O Globo, a Petrobras informou ainda não ter conhecimento da ação judicial.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o escritório de advocacia Wolf Popper afirma que a Petrobras violou a legislação da Securities and Exchange Commission (SEC), reguladora do mercado de capitais dos EUA. A principal queixa é de a petrolífera não divulgar o "esquema multibilionário de corrupção, suborno e lavagem de dinheiro que existe desde 2006 na companhia". As ações da empresa negociadas em Nova York caíram de US$ 19,38 em 5 de setembro para US$ 10,50% em 24 de novembro.

Mais sobre a Petrobras

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!