ICMS sobre importações: veja como votaram os senadores

Veja como foi a votação final na CAE do projeto que cria alíquota única de 4% para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços no caso dos produtos importados

Na terça-feira (17) pela manhã, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou o Projeto de Resolução 72/10, que unifica em 4% a alíquota do ICMS para os produtos importados. Apesar da presença de governadores de estados que se sentem prejudicados, como Espírito Santo e Santa Catarina, e da promessa de negociação de uma compensação, o projeto foi aprovado. Veja abaixo como votaram os senadores da CAE, de acordo com as informações da comissão:

Senadores que votaram pela aprovação do projeto:
Eduardo Suplicy (PT-SP)
José Pimentel (PT-CE)
Humberto Costa (PT-PE)
Acir Gurgacz (PDT-RO)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
Eduardo Braga (PMDB-AM)
Valdir Raupp (PMDB-RO)
Roberto Requião (PMDB-PR)
Eunício Oliveira (PMDB-CE)
Francisco Dornelles (PP-RJ)
Ivo Cassol (PP-RO)
Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Armando Monteiro (PTB-PE)
João Vicente Claudino (PTB-PI)
Antonio Russo (PR-MS)
Kátia Abreu (PSD-TO)
Ângela Portela (PT-RR)
Vital do Rêgo (PMDB-PB)
Blairo Maggi (PR-MT)

Senadores que votaram contra o projeto:
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Cassildo Maldaner (PMDB-SC)
Luiz Henrique (PMDB-SC)
Cyro Miranda (PSDB-GO)
José Agripino (DEM-RN)
Paulo Bauer (PSDB-SC)

A relação dos senadores que votaram está disponível no final do relatório da resolução , de autoria do senador Eduardo Braga (PMDB-AM), aprovado ontem (terça, 17) pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Leia mais:

Casagrande acusa governo de descumprir acordo
CAE ignora governadores e aprova unificação do ICMS
Clima de secessão no Congresso Nacional
Projeto que unifica ICMS pode parar no STF
FPE tem que mudar até 31 de dezembro
Congresso demora na rediscussão do pacto federativo

Saiba mais sobre o Congresso em Foco

Continuar lendo