Ibope aponta segundo turno entre Crivella e Garotinho no Rio

Levantamento dá empate técnico no primeiro turno, com vitória de Crivella na segunda rodada de votação. César Maia, Garotinho e Pezão aparecem com os maiores índices de rejeição

Pesquisa do Ibope indica que a disputa do governo estadual do Rio de Janeiro pode ficar entre dois evangélicos – o senador Marcello Crivella (PRB), expoente da Igreja Universal do Reino de Deus, e o deputado federal Anthony Garotinho (PR), que é presbiteriano.

Os dois aparecem em empate técnico na simulação do primeiro turno. Garotinho, com 19%, e Crivella, com 18% dos votos. Os números para os demais pré-candidatos são: Lindbergh Farias (PT), 13%; Luiz Fernando Pezão (PMDB), 6%; Alfredo Sirkis (PSB), 2%. Votos brancos e nulos somam 35%. Indecisos, 8%.

Crivella ficou à frente do ex-governador Garotinho e dos demais postulantes em todos os cenários de segundo turno analisados. Na competição entre os dois, as intenções de voto para os dois são, respectivamente, 28% e 24%. Contra Lindbergh, Crivella ganharia por 31% a 20%. Contra Pezão, Crivella venceria com vantagem de 36% a 13%.

A pesquisa também mostrou os candidatos com maiores índices de rejeição, ou seja, aqueles nos quais os entrevistados afirmaram que não votariam de jeito nenhum. Os três mais rejeitados foram o ex-prefeito do Rio César Maia (DEM), com 69%; Garotinho, com 60%; e Pezão, com 59%.

O levantamento foi realizado entre 7 e 10 de março, a pedido do Sindicato Nacional dos Condutores da Marinha Mercante e Afins e foi registrado no TRE-RJ sob o número 00002/2014. O Ibope ouviu 1.008 eleitores.


Mais informações sobre as eleições de 2014

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!