Horário eleitoral acirra disputa para governador

Confira os dados das últimas pesquisas de intenção de voto em nove estados para o cargo de governador. Candidato ao governo de PE que era apoiado por Eduardo Campos cresceu 23 pontos

O Congresso em Foco publica abaixo uma série de dados das pesquisas de intenção de voto divulgadas nesta quinta-feira (4) e realizadas pelos institutos Datafolha e Ibope, que ouviram os eleitores no final de agosto e nesta semana, após o início do horário eleitoral no rádio e na TV, que começou no último dia 19.

A principal novidade é o empate entre os candidatos Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro Neto (PTB) na disputa pelo governo de Pernambuco. Ambos têm 36% das intenções de voto. Câmara subiu 23 pontos e aparece empatado com o petebista, que conta com o apoio da presidente Dilma Rousseff (PT) e do ex-presidente Lula (PT). Na pesquisa anterior, da primeira quinzena de agosto, o senador aparecia com 47%.

O ex-governador Eduardo Campos, morto em acidente aéreo em meados do mês passado, era o principal fiador da candidatura Câmara, que tinha apenas 13% e agora aparece em igualdade técnica com o concorrente até em simulação de segundo turno.

Já José Roberto Arruda (PR) segue líder na disputa pelo governo do Distrito Federal mesmo depois de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manter sua candidatura indeferida. Ele foi condenado por improbidade administrativa em segunda instância e, por isso, enquadrado na lei da Ficha Limpa.

No principal colégio eleitoral do país, São Paulo, o atual governador Geraldo Alckmin (PSDB) continua como favorito a vencer a disputa no primeiro turno, com 53% das intenções de voto. Em relação ao levantamento anterior, a novidade é que o principal adversário do tucano, Paulo Skaf (PMDB), obteve seis pontos a mais, passando de 16% para 22%. A candidatura do petista Alexandre Padilha continua empacada em terceiro lugar. Ele tem a taxa mais alta de rejeição: 37%.

Após o início da propaganda eleitoral na TV e no rádio, o atual governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, conquistou sete pontos em relação à última pesquisa e já aparece empatado tecnicamente com o deputado Anthony Garotinho (PR).

Em Minas, o quadro também teve mudança: a vantagem de Fernando Pimentel (PT) recuou cinco pontos em relação à pesquisa anterior. Já Pimenta da Veiga (PSDB) passou de 16% para 24% das intenções de voto.

A senadora Ana Amélia Lemos (PP) também continua liderando, com 39% das intenções de voto, a corrida para o governo do Rio Grande do Sul. Em comparação com a pesquisa anterior, o segundo colocado, governador Tarso Genro (PT), oscilou de 30% para 31%. E, em terceiro lugar, José Sartori (PMDB), cuja candidatura é apoiada pelo PSB da presidenciável Marina Silva, tinha 7% e agora alcançou 10%. O petista tem a maior taxa de rejeição: 27% disseram que não votariam nele de jeito nenhum.

 

Distrito Federal [Datafolha]

José Roberto Arruda (PR), ex-governador [candidatura indeferida por enquadramento na lei da Ficha Limpa] – 34%/ 46% em eventual segundo turno

Agnelo Queiroz (PT), candidato à reeleição – 19%/ 29% em eventual segundo turno

Rodrigo Rollemberg (PSB), senador – 13%

Toninho do Psol (Psol) – 4%

Luiz Pitiman (PSDB), deputado federal – 3%.

Brancos e nulos – 11%

Indecisos – 16%

Margem de erro – quatro pontos percentuais, para mais ou para menos

Entrevistados –722

Registro na Justiça eleitoral — BR-00517/2014

 

Minas Gerais [Datafolha]

Fernando Pimentel (PT), ex-ministro — 32%/ 41% em eventual segundo turno

Pimenta da Veiga (PSDB), ex-ministro –24%/ 28% em eventual segundo turno

Tarcísio Delgado (PSB), ex-prefeito e ex-ministro — 3%

Outros candidatos — 4%

Brancos e nulos — 11%

Indecisos — 26%

Margem de erro — três pontos percentuais, para mais ou para menos

Entrevistados — 1.212

Registro na Justiça eleitoral — MG-00075/ 2014

 

São Paulo [Datafolha]

Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição – 53%/ 58% em eventual segundo turno

Paulo Skaf (PMDB), empresário – 22%/ 30% em eventual segundo turno

Alexandre Padilha (PT), ex-ministro – 7%

Outros candidatos – 3%

Brancos e nulos – 8%

Indecisos – 7%

Margem de erro — dois pontos, para mais ou para menos

Entrevistados — 2.054

Registro na Justiça eleitoral — BR - 00517/2014

 

Rio de Janeiro [Datafolha]

Anthony Garotinho (PR), deputado federal – 28%/ 36% em eventual segundo turno

Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição – 23%/ 45% em eventual segundo turno

Marcelo Crivella (PRP), senador – 18%

Lindbergh Farias (PT), senador – 11%

Outros candidatos – 4%

Brancos e nulos – 10%

Indecisos – 6%

Margem de erro — três pontos, para mais ou para menos

Entrevistados — 1.308

Registro na Justiça eleitoral — BR-00517/2014

 

Pernambuco [Datafolha]

Armando Monteiro (PTB), senador — 36%/ 39% em eventual segundo turno

Paulo Câmara (PSB), ex-secretário do governo de PE — 36%/ 40% em eventual segundo turno

Outros candidatos – 3%

Brancos e nulos – 9%

Indecisos – 17%

Margem de erro – três pontos percentuais, para mais ou para menos

Entrevistados –1.185

Registro na Justiça eleitoral — 00517/ 2014

 

Rio Grande do Sul [Datafolha]

Ana Amélia Lemos (PP), senadora — 39%/ 49% em eventual segundo turno

Tarso Genro (PT), candidato à reeleição — 31%/ 39% em eventual segundo turno

José Ivo Sartori (PMDB), ex-deputado — 10%

Vieira da Cunha (PDT), deputado federal –  3%

Outros candidatos — 0%

Brancos e nulos — 3%

Indecisos — 14%

Margem de erro — três pontos, para mais ou para menos

Entrevistados — 1.197

Registro na Justiça eleitoral — BR-00517/2014

 

Paraná [Ibope]

Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição — 44%/ 51% em eventual segundo turno

Roberto Requião (PMDB), senador — 28%/ 35% em eventual segundo turno

Gleisi Hoffmann (PT), ex-ministra e senadora — 14%

Ogier Buchi (PRP) — 1%

Brancos e nulos — 5%

Indecisos — 7%

Margem de erro — três pontos, para mais ou para menos

Entrevistados — 1.008

Registro na Justiça eleitoral — BR- 00523/2014

 

Mato Grosso [Ibope]

Pedro Taques (PDT), senador  — 43%/ 50% em eventual segundo turno

Lúdio Cabral (PT), ex-vereador — 16%/ 20% em eventual segundo turno

José Riva (PSD), deputado estadual —13%

Outros candidatos – 3%

Brancos e nulos — 7%

Indecisos — 18%

Margem de erro — três pontos, para mais ou para menos

Entrevistados — 812

Registro na Justiça eleitoral — MT-00074/ 2014

 

Mato Grosso do Sul [Ibope]

Delcídio Amaral (PT), senador — 42%

Reinaldo Azambuja (PSDB), deputado federal — 16%

Nelsinho Trad (PMDB) – 16%

Outros candidatos – 2%

Brancos e nulos — 7%

Indecisos — 11%

Margem de erro — três pontos, para mais ou para menos

Entrevistados — 812

Registro na Justiça eleitoral — BR-00521/ 2014

 

*o texto atualizado às 20h50 desta quinta para acréscimo de informações, após divulgação das pesquisas realizadas pelo Ibope.

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!