Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Hora de reconhecimento e reflexão

Durante entrega do Prêmio Congresso em Foco, parlamentares condenam aumento e ressaltam importância da premiação para o resgate da ética

O momento foi de festa e reconhecimento. Afinal, os que ali estavam haviam vencido uma disputa que recebeu 5.377.111 votos, número superior ao de eleitores de 20 estados brasileiros, e se destacado como os mais atuantes num universo de 594 congressistas. Mas foi também de convite à reflexão e de críticas à falta de sintonia do Congresso com os anseios da sociedade, descompasso simbolizado no momento pelo aumento de quase 91% nos vencimentos dos parlamentares, aprovado pelas Mesas Diretoras da Câmara e do Senado na última quinta-feira (14).

Esse foi o tom do discurso dos parlamentares apontados pelos leitores deste site como os melhores da atual legislatura ao receberem os troféus da primeira edição do Prêmio Congresso em Foco, em cerimônia realizada ontem (19) no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. Mais de 200 pessoas, entre congressistas, assessores, representantes de entidades da sociedade civil e demais convidados, participaram da cerimônia de premiação.

Separando o joio do trigo

Após receber do presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Rodrigo Collaço, o prêmio de senador mais atuante da República, Alvaro Dias (PSDB-PR) parabenizou a imprensa pela cobertura do Congresso. Em seguida, afirmou que o Prêmio Congresso em Foco é fundamental para evitar a generalização, por baixo, dos parlamentares. “O principal é o trabalho contra a generalização. Separar o joio do trigo é fundamental”, discursou.

Na avaliação do senador, a iniciativa é fundamental para valorizar a imagem do Parlamento. “Mais do que um prêmio, é uma convocação de responsabilidade”, declarou.

O senador também criticou o aumento dos salários de deputados e senadores defendendo a mudança de foco do debate. “Discutimos quanto devemos ganhar, quando deveríamos discutir quantos deveríamos ser”, observou. O tucano defende a redução do número de vagas no Congresso, objeto de proposta por ele apresentada no Senado, como forma de moralizar o Legislativo.

Luta contra a insensatez

Considerado pelos leitores do Congresso em Foco como o mais atuante entre os 513 deputados, Fernando Gabeira comemorou a derrubada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do aumento de 91% autoconcedido pelos parlamentares na semana passada.

“Estamos satisfeitos não só com o prêmio, mas também por evitar que a insensatez dominasse este Congresso”, disse após receber o troféu pela primeira colocação na Câmara. O deputado, que foi um dos autores da ação que resultou na decisão do STF, destacou o reconhecimento dos internautas como mais um fator de motivação para o próximo mandato.

O petista Eduardo Suplicy, que ficou em segundo lugar na votação no Senado, afirmou que o prêmio motiva a busca pela ética na atuação parlamentar. “Vamos com esse estímulo procurar a continuidade da nossa batalha pela ética na política”, declarou. O senador recebeu o troféu do diretor da Petrobras Carlos Alberto de Figueiredo.

Chamamento à reflexão

Em discurso enfático, o tucano Gustavo Fruet (PR), segundo colocado na disputa entre os deputados, afirmou que o Prêmio Congresso em Foco leva à reflexão sobre o papel do Parlamento. Com duras críticas ao aumento de 91% no vencimento dos parlamentares, ele ressaltou que o Congresso precisa se aproximar da sociedade.

“É preciso rever essa decisão que coloca de frente a ação do Parlamento e os interesses da sociedade”, avaliou. O parlamentar, que recebeu o prêmio das mãos do presidente da Brasil Telecom, Ricardo K, classificou a premiação como muito importante para mostrar que o Congresso pode se alinhar à vontade dos eleitores. “Ao cumprimentar essa iniciativa, sinto que é um momento de reflexão. É grave quando o Parlamento perde espaço pelo enfraquecimento e a falta de credibilidade.”

O deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), terceiro colocado na votação da Câmara, ressaltou que o Prêmio Congresso em Foco, a ele entregue pelo diretor do site, Sylvio Costa, reforça a importância do Parlamento num momento em que o Legislativo perde espaço na sociedade. “Mais do que nunca a sociedade brasileira precisa ter atuação ativa nesse momento. Iniciativas como essa são fundamentais para que o Parlamento se motive a cumprir seu papel constitucional”, afirmou.

Para Cardozo, no Brasil e em outras nações, o Parlamento vive uma séria crise, que não será superada a não ser com uma reflexão profunda, que deve envolver necessariamente a população.  

Homenageados

Além dos três mais votados na Câmara (Gabeira, Fruet e Cardozo) e no Senado (Alvaro Dias, Suplicy e Jefferson Péres), que receberam troféus feitos pela artista plástica Suzana Gouveia, também foram homenageados com uma placa os parlamentares que ficaram entre a quarta e a décima colocação na votação dos internautas.

Em ordem decrescente, da quarta à décima posição, são eles:

Pedro Simon (PMDB-RS), Heloísa Helena (Psol-AL), José Agripino Maia (PFL-RN), Osmar Dias (PDT-PR), José Jorge (PFL-PE), Arthur Virgílio (PSDB-AM) e Aloizo Mercadante (PT-SP), no Senado.

Na Câmara, José Carlos Aleluia (PFL-BA), Alberto Goldman (PSDB-SP), Roberto Freire (PPS-PE), Aldo Rebelo (PCdoB-SP), Denise Frossard (PPS-RJ), Rafael Guerra (PSDB-MG) e Sigmaringa Seixas (PT-DF).

As placas foram entregues pelo diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz, e pelo prefeito de Vila Velha (ES), Max Filho, representante da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP).

O deputado Paulo Afonso (PMDB-SC) também foi homenageado como o mais assíduo na Câmara. O ex-governador catarinense recebeu o certificado das mãos do presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato. Em quatro anos de legislatura, ele não faltou a uma única sessão sequer.

Todos os 25 deputados e 15 senadores que participaram da enquete, após terem sido pré-selecionados por um grupo de 20 jornalistas que cobrem o Congresso receberam um certificado por sua atuação destacada (veja o resultado da votação). Os certificados foram entregues pelo diretor da Associação Nacional dos Jornais (ANJ), Paulo Tonet, e o colunista do Congresso em Foco Paulo Kramer, cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB). 

Aguçando as percepções

O Prêmio Congresso em Foco foi criado com o objetivo de homenagear os congressistas que melhor cumprem com seus deveres parlamentares e estimular os brasileiros a acompanharem mais de perto a atuação dos deputados e senadores. pretensão, no fundo, é de mostrar que melhorar a qualidade da representação parlamentar pode não ser um sonho impossível se os eleitores aguçarem suas percepções sobre quem faz o quê no Congresso.

No auditório Nereu Ramos, o senador Jefferson Péres se disse emocionado com o reconhecimento popular de seu trabalho no Senado. “Já recebi muita homenagem, mas esta foi a que mais me gratificou porque contou com a participação da população”, disse.

Alguns dos parlamentares mais votados na enquete não compareceram à premiação por causa de outros compromissos assumidos. A maioria dos deputados e senadores reeleitos em outubro foi diplomada ontem pela Justiça Eleitoral de seus estados. No Paraná, por exemplo, o Tribunal Regional Eleitoral adiou a diplomação de Alvaro Dias e Gustavo Fruet, atendendo a um pedido dos dois, para que eles pudessem receber o prêmio. A maioria dos ausentes, no entanto, foi homenageada na figura de seus representantes.

Durante a premiação, a senadora Heloísa Helena (Psol-AL) e o deputado Sigmaringa Seixas (PT-DF), que chegaram a confirmar suas presenças, lamentaram não ter podido comparecer ao evento devido a problemas de agenda. Heloísa participava de uma reunião no Senado, enquanto Sigmaringa não conseguiu chegar a Brasília a tempo, por causa dos atrasos provocados pela crise do setor aéreo. Os dois devem receber a homenagem em seus gabinetes ainda nesta quarta-feira (20).

Além dos mais seis mais votados, receberam pessoalmente a homenagem os senadores José Jorge (PFL-PE), candidato a vice-presidente da República na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB), e Delcídio Amaral (PT-MS), ex-presidente da CPI dos Correios. O mesmo se deu com os deputados Chico Alencar (Psol-RJ), Rafael Guerra (PSDB-MG) e Sérgio Miranda (PDT-MG), também destacados entre os mais bem avaliados pelos leitores. 

Fruet brincou com o interesse que o prêmio despertou entre os parlamentares: “Vocês criaram um monstro (risos). A minha mãe já disse: ‘Ai de você, meu filho, se não estiver na lista da próxima edição’".

Independência editorial

Ao falar durante a cerimônia de premiação, o diretor do Congresso em Foco destacou a repercussão da iniciativa, que no seu entender demonstra a força da internet, e a contribuição que ela pode dar para as pessoas "se informarem mais sobre o Congresso e exercerem de modo mais ativo a cidadania".

Ele também ressaltou que o prêmio em nada muda “a proposta editorial de cobrir o Legislativo federal e a política com independência e olhar crítico”.

Veja a íntegra do discurso

Continuar lendo