Holanda vence Costa Rica nos pênaltis e pega Argentina

Mesmo com a pressão laranja, goleiro Navas segurou o resultado em 0 a 0 durante todo o jogo, mas foi o arqueiro reserva holandês quem pegou duas penalidades

A Holanda suou, mas venceu a Costa Rica nos pênaltis por 4 a 3, neste sábado (5) pelas quartas de final da Copa do Mundo, em partida realizada no estádio Fonte Nova, em Salvador (BA). A partida terminou em 0 a 0, mesmo com a prorrogação e, por pouco, a Costa Rica não estraga a festa holandesa. Mas a entrada do goleiro reserva Tim Krul parou dois pênaltis dos costarriquenhos e garantiu a ida dos holandeses para as semifinais do Mundial.

Com o resultado, a Holanda de Arjen Robben, van Persie, Sneider e companhia vai disputar uma das semifinais com a Argentina, que hoje derrotou a Bélgica. No jogo de Brasília, os brasileiros torceram contra os hermanos, mas não foi suficiente.

Hoje em Salvador, os holandeses perderam gols em lances quase incríveis. Num deles, aos 47 minutos do segundo tempo, a bola deixou de entrar por pouco centímetros, num bate e rebate na pequena área, salvo apenas pelo zagueiro e pelo travessão.

Na prorrogação, a Holanda seguiu perdendo inúmeras chances, mas sempre esbarrando na boa atuação do goleiro Navas, da Costa Rica. Em duas oportunidades, porém, o time do Caribe quase matou o sonho holandês com dois contra-ataques perigosos.

No finzinho da prorrogação, o técnico Louis Van Gaal tirou o goleiro titular Jasper Cillessen, de 1,88 metro, para a entrada do reserva Tim Krul, grandalhão de 1,93 metro. A troca foi fundamental. O camisa 23 entrou e pegou duas penalidades, garantindo a classificação holandesa.

Mais sobre Copa do Mundo

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!