Heloísa Helena deixa o Psol e vai para a Rede

Ex-senadora e atual vereadora de Maceió mantinha relação desgastada com o Psol desde as eleições presidenciais do ano passado, quando apoiou a candidatura de Marina Silva, idealizadora da nova legenda

Após 11 anos de ter seu nome gravado como uma das fundadoras do Psol, a ex-senadora e atual vereadora de Maceió Heloísa Helena deixa o partido e se filia à Rede Sustentabilidade, idealizado  pela ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva.

Heloísa tinha relação estremecida com o Psol desde o ano passado, quando declarou apoio à candidatura de Marina (PSB), embora o seu partido tivesse candidatura própria ao Planalto, Luciana Genro (RS). Na época, Heloísa disse que o Brasil merecia Marina como presidente.

O discurso foi repetido neste final de semana. A vereadora postou em página pessoal do Twitter uma foto ao lado de ex-ministra, ambas sorridentes, com a seguinte frase: “Rede sim! Porque Marina merece e o Brasil precisa!”

No Facebook, a alagoana comemorou quando a Rede obteve o registro de partido aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral, no dia 22 de setembro. No final da semana passada, ela oficializou sua saída da sigla socialista e filiou-se ao de Marina. Em seu perfil, afirmou que se empenhará para o crescimento do partido em seu estado: “Vamos organizar a vivência da Rede em Alagoas respeitando nossas próprias histórias, sem o vergonhoso artificialismo da corrida ‘filiação pra disputar eleição’.

Este é a terceira legenda da caminhada política de Heloísa. Ela iniciou sua carreira como integrante do PT. Em 1994, elegeu-se deputada estadual e, quatro anos depois, conquistou uma cadeira no Senado. Em 2003, após não concordar com a reforma da Previdência do primeiro mandato do governo Lula, foi expulsa do partido. No ano seguinte, fundou o Psol, pelo qual disputou as eleições em 2006 em coligação formada com outros partidos de esquerda (PCO e PSTU), obtendo o terceiro lugar.

Este é a segunda perda do Psol para a Rede. O senador Randolfe Rodrigues (AP) anunciou sua saída do partido e acerta os últimos detalhes para a filiação ao novo partido. Os deputados Alessandro Molon e Miro Teixeira deixaram, respectivamente, o PT e o Pros para se tornarem correligionários de Marina.

Mais sobre Rede

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!