Gurgel recusa convite para depor à CPI do Cachoeira

Procurador-geral da República alega impedimento técnico e frustra comando da CPI, que não descarta convocá-lo

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, recusou há pouco o convite feito pelo presidente da CPI mista do Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), para prestar esclarecimentos sobre as investigações aos parlamentares. Gurgel alegou impedimento técnico. Segundo ele, o Código de Processo Penal proíbe magistrado ou integrante do Ministério Público de figurar como testemunha no mesmo processo em que atua. Além disso, argumentou o procurador-geral, as investigações feitas pelo Ministério Público Federal sobre o envolvimento do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com agentes públicos e privados ainda estão em curso.

CPI recebe inquérito e convida Gurgel para sessão secreta
Leia outros destaques de hoje do Congresso em Foco

Os integrantes da CPI queriam esclarecimentos, em sessão secreta, sobre as operações Monte Carlo e Las Vegas. Também queriam questionar o procurador-geral sobre sua demora para enviar as informações à Justiça. Gurgel tinha em mãos, desde 2009, apurações que ligavam o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) a Cachoeira.

Com a recusa ao convite, o procurador-geral da República pode ser alvo de um requerimento do senador Fernando Collor (PTB-AL), que pede sua convocação para prestar explicações à CPI. "Tem uma solicitação, através de requerimento, para esta convocação. Quando o requerimento for a voto, ele será deliberado, e nós seremos intérpretes deste pedido", disse Vital do Rêgo.

A CPI se reúne às 14h30 para definir um roteiro de trabalho. Pela manhã, a comissão recebeu a íntegra das investigações envolvendo Cachoeira, enviada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).Os integrantes da CPI também querem ouvir delegados federais que participaram das duas operações para auxiliar nas apurações.

Saiba mais sobre o Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!