Guarda dos “ratinhos da CPI” será dividida entre dois parlamentares

Segundo informações do PSD, a Delegacia de Polícia Legislativa (Depol) resgatou cinco roedores: um hamster, dois esquilos da Mongólia e dois camundongos

A guarda dos cinco roedores que foram soltos no início da CPI da Petrobras será dividida entre os deputados Ricardo Izar (PSD-SP), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Animais, e Laudívio Carvalho (PMDB-MG). Segundo informações do PSD, a Delegacia de Polícia Legislativa (Depol) resgatou cinco roedores: um hamster, dois esquilos da Mongólia e dois camundongos.

"A princípio vou levá-los para o veterinário e para a minha casa. Depois analisarei as medidas a serem tomadas. Maus-tratos de animais é crime", disse Izar. Ele pediu pessoalmente ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a guarda dos animais.

O deputado Laudívio Carvalho também pediu a guarda dos animais e Izar afirmou que "não há problemas em cada um ficar com parte dos animais". Segundo informações do PSD, pelo menos 20 pessoas já mantiveram contato com Izar pedindo a guarda dos roedores. Entre elas, uma criança que sofre com uma doença neurológica.

O homem que soltou roedores na CPI da Petrobras em que o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, entrava para depor é funcionário da Câmara e lotado na 2ª vice-presidência da Câmara, controlado pelo deputado Fernando Giacobo (PR-PR). Tanto Giacobo, quanto o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmam que o servidor será exonerado.Márcio Martins de Oliveira ocupa “cargo de natureza especial” (de livre nomeação) e tem salário de aproximadamente R$ 3 mil.

Ele foi detido por homens da Polícia Legislativa da Câmara após soltar os ratos dentro da CPI. Ele ingressou na Câmara em 2012, contratado pelo deputado federal Paulinho da Força (SD-SP). Somente em fevereiro deste ano, ele foi transferido para a 2ª vice-presidência da Casa.

Assistas às imagens dos ratos na CPI da Petrobras

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!