Gráficas de campanha ficam em endereços desativados, diz O Globo

A VTPB Serviços Gráficos recebeu R$ 27,9 milhões no ano passado, a maior parte paga pela campanha pela reeleição de Dilma Rousseff (R$ 22,9 milhões)

Reportagem desta quarta-feira do jornal O Globo mostra que uma das principais fornecedoras de santinhos para campanhas eleitorais de 2014 não tinha estrutura para imprimir o material contratado e era paga para intermediar a prestação dos serviços.

A VTPB Serviços Gráficos recebeu R$ 27,9 milhões no ano passado, a maior parte paga pela campanha pela reeleição de Dilma Rousseff (R$ 22,9 milhões). O restante do valor foi oriundo da campanha do deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP), com R$ 2 milhões; do governador da Bahia, Rui Costa (PT), com R$ 1,5 milhão; do candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB), com R$ 577 mil; e do senador José Serra (PSDB-SP), com R$ 521 mil. Outros nove candidatos pagaram valores entre R$ 800 e R$ 90 mil.

De acordo com O Globo, a VTPB presta serviços para campanhas desde 2008, data em que foi registrada na Junta Comercial de São Paulo. Em 2010 e 2012, os principais clientes dela foram PT, PMDB e PSDB. Desde o início do ano passado, ela está registrada em uma sala de 30 metros quadrados, alugada por R$ 600, no bairro da Casa Verde, na Zona Norte de São Paulo. No entanto, segundo o próprio locatário do imóvel e vizinhos, não há movimentação no endereço.

Confira a matéria completa de O Globo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!