Governo reconhece situação de emergência em 12 municípios

Cidades do Amazonas, Mato Grosso e Pará vão receber ajuda federal por causa das enchentes provocadas pelas chuvas

O Ministério da Integração Nacional reconheceu, nesta terça-feira (18), a situação de emergência em 12 municípios atingidos pelas chuvas nos estados do Amazonas, Pará e Mato Grosso. A medida permite que as prefeituras dessas cidades recebam a ajuda do governo federal. De acordo com portaria publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, serão atendidos os seguintes municípios: Apuí e Envira, no Amazonas; Barra do Bugres, Confresa, Ipiranga do Norte, Matupá, Mirassol D’Oeste, Nova Guarita, Nova Santa Helena e Pontal do Araguaia, em Mato Grosso, e Medicilândia, no Pará.

Mato Grosso e vários estados da região Norte estão sofrendo problemas com a inundação de rios, como o Madeira, provocada pelas fortes chuvas. A transposição do Madeira, por exemplo, dificulta o transporte de cargas entre Rondônia e o Acre e compromete a exportação de grãos e a entrega de gêneros alimentícios e combustíveis para os acreanos. O reconhecimento da situação de emergência é exigido para que os municípios recebam a ajuda federal de assistência às vítimas e outras ações emergenciais.

No último sábado, a presidenta Dilma sobrevoou áreas alagadas e anunciou a liberação do saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para as vítimas da cheia dos rios Madeira e Acre. O saque poderá ser realizado a partir desta quarta-feira (19). Isolado por via terrestre do restante do país, o Acre tem cerca de 4,5 mil pessoas desabrigadas por causa das enchentes. Em Rondônia, mais de 10 mil tiveram de deixar suas casas.

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!