Gilmar Mendes é sorteado relator de habeas corpus dos irmãos Batista

 

Os habeas corpus dos irmãos Joesley e Wesley Batista terão relatoria de Gilmar Mendes no Supremo Tribunal Federal (STF). Os pedidos para revogar as prisões preventivas dos donos da JBS foram apresentados à Corte nesta sexta-feira (22). O ministro foi escolhido por sorteio.

<< Wesley e Joesley não cometeram crime, diz advogado dos irmãos: “Eles confiaram no Estado”

São dois pedidos de habeas corpus, um para Wesley e outro para Joesley. Mesmo que o ministro tome uma decisão favorável aos irmãos, somente Wesley seria solto, uma vez que contra Joesley pesam os pedidos de prisão preventiva expedidos pelas Justiças do Distrito Federal e de São Paulo. A defesa dos Batista já teve os pedidos de liberdade negados em primeira e segunda instâncias.

Os habeas corpus, que incluem pedido de liminar (decisão provisória), são referentes ao processo decorrente da Operação Tendão de Aquiles, na Justiça de São Paulo, que investiga irregularidade em transações financeiras da empresa dos irmãos pouco antes da revelação das delações. Os irmãos teriam usado informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro.

Joesley está preso desde o dia 10 de setembro, após pedido de prisão provisória, que tem prazo de cinco dias, do ministro Edson Fachin. Ele se entregou à Polícia Federal (PF) em São Paulo e foi transferido para Brasília no dia seguinte.

Wesley foi preso três dias depois em desdobramento da Operação Tendão de Aquiles. Joesley for transferido de volta para São Paulo para sua audiência de custódia. Ele permanece preso em São Paulo desde então.

<< Joesley e Saud se entregam à PF em São Paulo

<< PF prende Wesley Batista, irmão de Joesley

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!