Gilmar Mendes chama Lula de bêbado em festa de Kátia Abreu

Segundo colunista Ilimar Franco, de O Globo, ministro causou “constrangimento geral” entre convidados ao relatar estado do ex-presidente em episódio há cerca de dez anos

Um dos adversários declarados do petismo no mundo jurídico, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes deixou de lado a liturgia do cargo e chamou de “bêbado” o ex-presidente Lula, na quarta-feira (3), durante festa de aniversário da ministra da Agricultura, Kátia Abreu. A informação é do colunista Ilimar Franco, do jornal O Globo.

O impropério contra Lula foi proferido “aos brados” e causou “constrangimento geral” entre os convivas do aniversário, registra o jornal. Em relato reportado pela coluna, Gilmar Mendes disse que o petista foi “embriagado” prestar solidariedade às vítimas do acidente da TAM em Congonhas (SP), em outubro de 1996, quando 99 pessoas morreram.

Ainda segundo a coluna Panorama Político, Lula não foi o único atacado por Gilmar Mendes na festa de Kátia Abreu. O juiz também partiu para cima do advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, um dos mais requisitados defensores de políticos e demais poderosos enrolados com a Justiça. “Vocês se dizem de esquerda, mas são de direita, ricos e autoritários”, fustigou o ministro, na transcrição do colunista, que também menciona os “risos estrondosos” provocados pela resposta de Kakay entre os convidados do convescote.

“Quando você fala que sou de direita, me coloca na companhia da ministra Kátia Abreu; quando diz que sou riquinho, fico ao lado do senador Eunício Oliveira [PMDB-CE]; e, quando diz que sou autoritário, me deixa ao lado do senador Ronaldo Caiado [DEM-GO]. Estou muito bem acompanhado”, rebateu o advogado, segundo a coluna.

O Congresso em Foco tentou ouvir o ministro Gilmar Mendes sobre o episódio, mas sua assessoria no STF disse que ele não está em Brasília e não comentaria a publicação de O Globo. A reportagem também tentou falar com Kakay, que também viajou e ainda não respondeu aos contatos.

Leia o relato feito pelo colunista Ilimar Franco no jornal O Globo

Crise política

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!