Gilberto Carvalho diz que não foi chamado a sair do governo

“Sou e estarei ministro enquanto a presidenta Dilma quiser. Se ela me chamar para outra função, é evidente que serei obediente”, disse ele

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse que continua no governo até que seja convidado pela presidenta Dilma Rousseff a assumir outra função. Segundo ele, não há, no momento, nenhuma perspectiva de mudança, e o seu desejo é continuar como ministro, ajudando na campanha de Dilma, nas horas vagas. Havia a expectativa de que ele fosse integrado ao comando do PT que cuida das eleições presidenciais.

“Em nenhum momento a pessoa que me chamou para ser ministro disse outra coisa”, afirmou Carvalho nesta quinta-feira (3). “Portanto, sou e estarei ministro enquanto a presidenta Dilma quiser. Se ela me chamar para outra função, é evidente que serei obediente e cumprirei com entusiasmo. O resto é especulação.”

Dilma Rousseff foi lançada pelo PT como candidata à reeleição no último dia 21, reeditando a chapa com o vice-presidente Michel Temer, do PMDB. “Por mim, eu continuo no governo, trabalhando, e vou, na campanha, ajudar nas horas vagas, como já fiz em outros anos. Isso faz parte da minha militância”, disse. (com agências)

Mais sobre eleições

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!