Genoino é levado para hospital com dores no peito

Um dos condenados no julgamento do mensalão, Genoino cumpre prisão domiciliar provisória em Brasília por causa de problemas cardíacos. Segundo o líder do PT na Câmara, José Guimarães, irmão do petista, está “tudo sobre controle”

O ex-deputado José Genoino (PT-SP) foi internado às pressas neste domingo (2) no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, após ter começado a sentir dores no peito ainda no sábado. Genoino passa por exames médicos. Nenhum boletim foi divulgado sobre a condição de saúde dele até o momento e não se sabe se ele ficará internado.

Um dos condenados no julgamento do mensalão, Genoino cumpre prisão domiciliar provisória em Brasília por causa de problemas cardíacos. Segundo o líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), irmão do petista, está “tudo sobre controle”.

Ele passou por cirurgia no coração no ano passado e pediu aposentadoria por invalidez na Câmara. Esta é a segunda vez que ele é levado às pressas para o hospital. Em novembro do ano passado, dias após começar a cumprir sua pena no Complexo Penitenciário da Papuda, ele passou mal. Juntas médicas que avaliaram seu caso apontam que sua doença não é grave.

Em meados deste mês, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa terá de decidir se mantém ou não a prisão domiciliar de Genoino. Segundo parecer da Procuradoria-Geral da República, o ex-deputado "apresenta graves problemas (delicada condição) de saúde e corre risco se continuar a cumprir pena no presídio". O petista deve passar por nova junta médica nas próximas semanas. O laudo médico servirá de base para a decisão do presidente do Supremo.

Leia mais sobre o mensalão

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!