GDF suspende compra de 14 motos BMW

Veículos já estavam adesivados com a identificação do Detran-DF, porém, governador decidiu suspender a compra que custou R$ 648,5 mil aos cofres públicos

Em meio a uma crise financeira, o governo do Distrito Federal decidiu suspender a compra de 14 motocicletas da marca BMW para o Departamento de Transportes (Detran). O investimento total na aquisição das motos modelo F 800 GS Adventure foi de R$ 648,5 mil, e o objetivo era colocá-las em circulação antes do carnaval. Porém, o governador Rodrigo Rollemberg argumenta que “é preciso observar as características dos veículos bem como os valores investidos”.

As motocicletas chegaram a receber adesivos com a identificação da corporação, porém, o governador pediu para que o Detran justificasse a escolha do modelo. Após ouvir as considerações de especialistas sobre a possibilidade de adquirir unidades mais simples que igualmente atenderiam as necessidades dos agentes de fiscalização, decidiu suspender a compra. Agora o processo será encaminhado para análise da Procuradoria Geral do Distrito Federal.

De acordo com a nota oficial divulgada pelo GDF, o Detran deverá reavaliar as especificações das motocicletas considerando os “princípios de austeridade e de economicidade”. A frota de motos utilizadas nas ações de fiscalização do órgão é composta por 38 veículos, sendo que 14 foram "aposentadas" porque rodavam há mais de cinco anos e o custo de sua manutenção ficou inviável.

Mais sobre GDF

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!