Garotinho recebe alta e segue para prisão domiciliar

Preso na última quarta-feira por compra de votos e coação de testemunhas, ex-governador do Rio de Janeiro passou por procedimento de cateterismo e seguirá agora para sua residência, no Rio, com escolta policial

 

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho recebeu alta hoje (22) do Hospital Quinta D'Or, na zona norte da cidade. Garotinho estava internado na unidade desde sábado. No domingo, ele foi submetido a um procedimento de cateterismo.

O ex-governador teve prisão decretada pelo Juízo da 100ª Zona Eleitoral, de Campos dos Goytacazes, no norte do estado. Ele é acusado de usar o programa social municipal Cheque Cidadão para comprar votos na eleição daquele município.

Garotinho foi preso no último dia 16 pela Polícia Federal. No mesmo dia, ele sentiu-se mal e foi internado no Hospital Municipal Souza Aguiar. No dia seguinte, a Polícia Federal decidiu transferi-lo para o hospital penal do Complexo Penitenciário de Bangu.

No sábado, o Tribunal Superior Eleitoral autorizou a prisão domiciliar de Garotinho e ele pôde ser transferido para o Quinta D'Or.

De acordo com a defesa do ex-governador, ele ficará preso em sua casa, no Rio de Janeiro, com escolta policial.

Anthony Garotinho foi exonerado, a pedido, ontem, do cargo de secretário municipal de Governo de Campos. No decreto publicado pela prefeita Rosinha Garotinho, a esposa do ex-governador, diz que o marido está deixando o cargo por orientação médica.

Mais sobre Anthony Garotinho

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!