“Forças moralmente degradadas” derrubam Dilma, diz senadora do PT

Fátima Bezerra ataca o ex-presidente da Câmara e Michel Temer

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN), fiel defensora da presidente afastada, voltou a chamar os adversários de Dilma de golpistas e creditou ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a desestabilização política do governo Dilma Rousseff. Em seu último discurso antes da votação do impeachment de Dilma, a petista afirmou que o ex-presidente da Câmara é "um chantagista". Para a senadora, o processo de impeachment é produto da conjugação de duas forças políticas moralmente degradadas.

"O processo de impedimento da presidenta Dilma é produto da conjugação de duas forças políticas moralmente degradadas, da aliança entre os inconformados com a quarta derrota consecutiva nas urnas e aqueles que desejavam controlar, interferir nas investigações da Operação Lava Jato em benefício exatamente da impunidade."

Mais sobre o impeachment

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!