Filho do ex-vice José Alencar se filia ao PMDB

Cotado para ser candidato a vice-governador de São Paulo, Josué Alencar não descarta candidatura e diz que terá domicílio eleitoral em Minas Gerais. Sua ideia é trabalhar "desenvolvimento com justiça social"

Filho do ex-vice-presidente da República José Alencar, o empresário Josué Alencar se filiou na tarde desta terça-feira (1º) ao PMDB. Cotado para ser candidato a vice-governador na chapa possivelmente encabeçada pelo hoje ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ele disse que seu domicílio eleitoral será em Minas Gerais, onde nasceu. Para poder se candidatar em 2014, ele precisava se filiar a um partido até 5 de outubro.

Seu ato de filiação foi decidido durante reunião do vice-presidente da República, Michel Temer, o ex-presidente Lula, o presidente nacional em exercício do PMDB, Valdir Raupp, e liderenças peemedebistas em reunião no Palácio do Jaburu, em Brasília. Depois do encontro, Alencar esteve na sede do partido na Câmara para assinar a entrada no partido.

"Não entrei na política para ser candidato", afirmou o empresário após a filiação. No ato, participaram deputados e senadores do PMDB. Ele disse que, por enquanto, não pensa ser candidato a algum cargo. Afirmou pretender contribuir para a política nacional e com a bandeira do "desenvolvimento com justiça social". Mas ressaltou que "é um soldado do partido". "Não cogito nem descarto nenhuma candidatura."

Alencar disse também ser "saudável" alternância no poder. Questionado sobre a situação em Minas Gerais, onde Antonio Anastasia (PSDB) deve buscar a reeleição, avaliou o governo do tucano como bom. "Alternância de poder é saudável. Anastasia tem feito um bom governo. Mas Minas Gerais poderia ter um crescimento maior", avaliou.

Outros textos sobre as eleições de 2014

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!