Ex-deputado Guilherme Campos é o novo presidente dos Correios

Presidente em exercício do PSD, Campos substituirá o também ex-deputado Giovanni Queiroz na presidência da estatal. Temer cancela indicação de Dilma para Antaq e sugere ao Senado recondução de Mário Povia para o comando da agência reguladora

O ex-deputado Guilherme Campos (PSD-SP) é o novo presidente dos Correios. A nomeação, assinada pelo presidente em exercício Michel Temer (PMDB), foi publicada na edição desta quinta-feira (9) do Diário Oficial da União. Campos substituirá o também ex-deputado Giovanni Queiroz (PDT-PA), exonerado por Dilma Rousseff na semana de seu afastamento da Presidência da República.

Um dos vice-presidentes da sigla, Guilherme Campos estava comandando o PSD, com a licença do presidente Gilberto Kassab, que foi ministro das Cidades de Dilma e hoje é o titular do Ministério de Ciência e Tecnologia e Comunicações de Temer. Com a ida de Campos para os Correios, a legenda deve ser presidida por Alfredo Cotait, ex-suplente do ex-senador Romeu Tuma e ex-secretário de Relações Internacionais de São Paulo na gestão do próprio Kassab.

O novo presidente dos Correios foi deputado federal por dois mandatos e o primeiro líder do PSD na Câmara. Engenheiro civil formado pela Universidade de São Paulo (USP) e comerciante, Guilherme Campos, de 53 anos, foi vice-prefeito e secretário de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo de Campinas (SP).

O Diário Oficial desta quinta também traz a indicação de Mário Povia para ser reconduzido ao cargo de diretor da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O mandato de Povia foi encerrado em fevereiro. Para o seu lugar, Dilma indicou o ex-senador Luiz Otávio Oliveira Campos (PMDB-PA). Temer resolveu cancelar a decisão da petista e sugerir a recondução de Povia. O nome dele será apreciado pelo Senado.

 

Mais sobre crise brasileira

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!