Giles Azevedo continuará assessorando Dilma

Ex-secretário-executivo de Dilma foi nomeado hoje como assessor da Casa Civil, mas continuará trabalhando com a presidente afastada

O ex-secretário-executivo do gabinete pessoal da presidente Dilma, Giles Azevedo, foi nomeado nesta segunda-feira (13), para o cargo de assessor especial da Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil. No entanto, a equipe da pasta comandada por Eliseu Padilha não contará com os serviços do novo funcionário, que continuará assessorando a presidente afastada.

A explicação da pasta para a nomeação, publicada hoje no Diário Oficial da União, é que o cargo ocupado por Giles foi extinto na reforma ministerial realizada por Michel Temer. Assim, o assessor foi realocado para a Casa Civil, mas permanecerá com Dilma – para quem trabalha desde quando ela era ministra de Minas Energia (2003-2005).

"Giles Azevedo, um dos indispensáveis assessores da Pres Dilma, teve extinto seu cargo. Para permanecer c a Pres foi nomeado na Casa Civil", escreveu Padilha em seu perfil no Twitter.

Mais sobre crise brasileira

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!