Empreiteiro ligado a Lula está próximo de fazer delação premiada, diz Veja

Segundo a revista, o ex-presidente da OAB, Léo Pinheiro, fazia parte de um grupo seleto de pessoas que tinham acesso irrestrito ao Palácio do Planalto

Reportagem da revista Veja desta semana afirma que o engenheiro Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, um dos presos por envolvimento no esquema de corrupção da Operação Lava Jato, estaria disposto a fazer um acordo de delação premiada com a Justiça Federal do Paraná. Ele é tido como o empreiteiro mais próximo do ex-presidente Lula, segundo a Veja.

Segundo a publicação, o empreiteiro é amigo pessoal de Lula e teria sido o responsável por realizar algumas obras em propriedades particulares do ex-presidente, como a reforma de um sítio em Atibaia (SP).

Ainda segundo a revista, Pinheiro fazia parte de um grupo seleto de pessoas que tinham acesso irrestrito ao Palácio do Planalto. “Não passava mais do que duas semanas sem manter contato com o presidente. Eles falavam sobre economia, futebol, pescaria e os rumos do país”, informa a reportagem.

Veja também revela que, com o tempo, essa relação entre Lula e Léo Pinheiro avançou a “ponto de Lula, ainda exercendo a Presidência e depois de deixá-la, recorrer ao amigo para se aconselhar sobre a melhor maneira de enfrentar determinados problemas pessoais”.

Confira a reportagem na íntegra

Mais sobre a Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!