Em vídeo, o voto do segundo desembargador a defender aumento da pena de Lula

 

O desembargador Leandro Paulsen, revisor da ação que contesta a condenação do ex-presidente Lula e presidente da Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), acompanhou o relator, João Pedro Gebran Neto, e negou todas as preliminares apresentadas pela defesa do petista. Em seu voto, Paulsen, que foi o segundo dos três desembargadores a votar no caso, seguiu integralmente o relator quanto ao aumento de pena para 12 anos e 1 mês imposta ao ex-presidente, bem como às imputações pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. "A autoria e os vínculos de causalidade entre sua conduta e atos praticados são inequívocos", afirmou o magistrado.

<< Maioria do TRF-4 vota pela ampliação da pena de Lula

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!