Em São Paulo, mais de 300 candidatos barrados

No maior colégio eleitoral do país, uma centena de candidatos a prefeito está ameaçada pela Ficha Limpa. Entre os candidatos a vereador, mais de 200 estão na mira da nova lei

De acordo com os registros repassados pelos Tribunais Regionais Eleitorais e pelas Procuradorias, o estado de São Paulo figura como o campeão de barrados pela ficha limpa. No maior colégio eleitoral do país, há mais de 300 candidatos a prefeito, vice e vereador nessa situação, segundo o TRE paulista e a Procuradoria Regional Eleitoral do estado. São 112 candidatos a prefeito, 23 a vice e 203 a vereador. Para obter os dados, o Congresso em Foco cruzou as informações prestadas pela Procuradoria e pelo tribunal.

A aplicação da nova lei já produziu efeito em alguns casos. Pelo menos sete políticos que cobiçavam um mandato desistiram da disputa antes de 7 de outubro depois de serem contestados na Justiça com base na Ficha Limpa. Eles renunciaram em meio a processos que questionavam a legalidade de suas candidaturas.

Veja a lista dos barrados em São Paulo
Ficha Limpa ameaça mais de mil candidatos

Veja quem desistiu em São Paulo após ser contestado pela Ficha Limpa:

Cidade Candidato que renunciou Partido
Alumínio Paulo Simões (vice) PSD
Iaras José Edval de Melo Araújo (prefeito) PTB
Presidente Prudente Jorge Galli (vereador) PSDB
Rinópolis Daniel Ferreira da Costa (vice) DEM
Santa Cruz da Esperança Jayme Leonel de Assis (prefeito) PSDB
Trabiju Silvio Rojes Filho (vice) PTB
Viradouro Jose Lopes Fernandes Neto (prefeito) PTB

Em Avanhadava (SP), um vereador do PSD foi barrado pela ficha limpa. Mas não é possível saber seu nome. A Procuradoria Regional Eleitoral informa que se trata de um processo em “segredo de justiça”.

Seu candidato em São Paulo está apto ou inapto? Consulte o TSE

FERRAMENTA. Pesquise a ficha do seu candidato aqui

Tudo sobre eleições 2012

Saiba mais sobre o Congresso em Foco (2 minutos em vídeo)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!