Em nota, Temer agradece “trabalho competente” de Jucá

No texto, presidente interino adianta que Jucá continuará "auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva", e destacou a "imensa capacidade política" do peemedebista. Jucá esteve à frente do Ministério do Planejamento por 11 dias

No início da noite desta segunda-feira (23) o presidente interino Michel Temer divulgou nota sobre o afastamento do ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR). No texto, Temer agradece o "trabalho competente e a dedicação" do político. Jucá ficou à frente da pasta durante 11 dias.

Na nota, Temer adianta que Jucá continuará "auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva", e destacou a "imensa capacidade política" do peemedebista. Ainda de acordo com o texto, Jucá teve papel fundamental no "correto diagnóstico" da crise financeira e também foi responsável por criar medidas céleres para a correção do déficit fiscal e da retomada da economia brasileira.

Em coletiva no Senado, Jucá anunciou que vai voltar à Casa até que o Ministério Público Federal se manifeste a respeito das gravações em que ele defende a troca de governo e a construção de um "pacto" para "estancar a sangria" da Operação Lava Jato.

O político justificou que conversou com Sérgio Machado não como ministro, mas como senador. “Não há na conversa nenhum posicionamento diferente do que tive em entrevistas e em questões públicas”, explicou o senador. “Vou pedir licença do cargo a partir de hoje a noite, quando vou pedir ao Ministério Público Federal que se manifeste e diga se há ou não irregularidade na minha conversa com o ex-senador Sérgio [Machado]“, afirmou.

Leia a íntegra da nota divulgada pela assessoria do presidente interino Michel Temer:

Nota à Imprensa

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Romero Jucá, solicitou hoje afastamento de seu cargo, até que sejam esclarecidas as informações divulgadas pela imprensa. Registro o trabalho competente e a dedicação do ministro Jucá no correto diagnóstico de nossa crise financeira e na excepcional formulação de medidas a serem apresentadas, brevemente, para a correção do déficit fiscal e da retomada do crescimento da economia. Conto que Jucá continuará, neste período, auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva, com sua imensa capacidade política.

Michel Temer

Presidente da República em Exercício

Mais sobre crise brasileira

Mais sobre Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!