Edição extra do Diário Oficial recria Ministério da Cultura

O presidente interino Michel Temer revogou a fusão do Ministério da Educação com o Ministério da Cultura. Dessa forma, Cultura volta a ser uma pasta independente. Ministro da Educação avaliou decisão como "gesto de larguesa"

O presidente interino Michel Temer revogou em edição extra do Diário Oficial desta segunda-feira (23) a fusão do Ministério da Educação com o Ministério da Cultura. Dessa forma, a Cultura volta a ser uma pasta independente. A ação já havia sido mencionada no último fim de semana.

A união das pastas gerou protestos em todo o Brasil, fato que ajudou o presidente interino a voltar atrás da decisão.

Nesta tarde, em coletiva de imprensa, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que a recriação do ministério foi "gesto de larguesa" do presidente interino, que não queria "tensionar algo que estava sendo alvo de muitas críticas por parte dos setores da cultura do Brasil".

Mais sobre gestão pública

Mais sobre Michel Temer

* Com informações da Agência Brasil

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!