Em carta, presidente da Fifa confirma presença no Senado

Joseph Blatter diz que vai participar de audiência pública sobre a Lei Geral da Copa. Como não há data marcada para a reunião, votação do projeto fica paralisada

O presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter, em carta enviada ao Senado, colocou-se à disposição para participar de uma audiência pública para tratar do projeto da Lei Geral da Copa. Enquanto a reunião não ocorrer, a tramitação da proposta fica suspensa. A informação foi passada pelo presidente da Comissão de Educação, senador Roberto Requião (PMDB-PR), nesta terça-feira (10).

Leia outros destaques do Congresso em Foco

De acordo com o peemedebista, o regimento do Senado determina que, enquanto a audiência não for realizada, a tramitação do projeto fica suspensa. "O regimento determina que enquanto a audiência não for realizada, a votação fica sobrestada", afirmou. Blatter deve participar de uma audiência conjunta. Analisam o projeto as comissões de Educação (CE), de Assuntos Econômicos (CAE) e de Constituição e Justiça (CCJ).

Requião pediu urgência no contato com o presidente da Fifa para marcar a reunião. Segundo o paranaense, pelo regimento, a única maneira de evitar o sobrestamento do projeto é cancelar a audiência. Anteriormente, Blatter havia sugerido a vinda do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, para uma audiência conjunta prevista para amanhã (11). O encontro acabou cancelado.

Os senadores vetaram a participação de Valcke por causa das declarações dele de que o Brasil deveria levar “um pontapé no traseiro” para acelerar a aprovação do texto. “Nós não queremos que o senhor [Jérôme] Valcke tenha mais exposição do que o necessário. Por isso, resolvemos cancelar a audiência que estava marcada para quarta-feira e convidar o senhor [Joseph] Blatter, pois ele é quem manda na Fifa. Além disso, quando o secretário-geral esteve na Câmara, de pouco adiantou para as discussões do projeto”, disse ontem (9) a senadora Ana Amélia (PP-RS), de acordo com a Agência Brasil, relatora do projeto na CE.

Neste momento, os senadores da CE participam de uma audiência pública com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo. O tema é a Lei Geral da Copa. Em 28 de março, a Câmara concluiu a votação da proposta. O texto deixa para a Fifa negociar com os estados a liberação de bebidas alcoólicas nos estádios durante a Copa. Das 12 sedes, sete possuem legislação específica proibindo a venda em praças esportivas.

Câmara aprova Lei Geral da Copa
Lei da Copa vai à votação com dúvida sobre bebidas
Tudo sobre a Copa
Saiba mais sobre o Congresso em Foco (2 minutos em vídeo)

Continuar lendo