PT e PSDB se comprometem com “eleições limpas”

Representantes dos dois partidos assumiram compromisso de manter em bom nível discussões durante a campanha eleitoral deste ano. Iniciativa pretende conscientizar sociedade, legendas e candidatos sobre o uso da internet nas eleições

Em ato realizado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nesta terça-feira (3), representantes do PT e do PSDB se comprometeram a realizar um debate qualificado nas eleições deste ano, conforme propõe a campanha “Compromisso do Brasil por Eleições Limpas na Internet”, lançada pela entidade.

Segundo a OAB, a iniciativa pretende conscientizar a sociedade, os partidos políticos e os candidatos a não utilizarem a internet para veicular ofensas à honra dos envolvidos no processo eleitoral.

Os deputados José Guimarães (PT-CE) e Marcus Pestana (PSDB-MG) assumiram  compromisso – em nome do PT e do PSDB, respectivamente – de manter a discussão em bom nível durante toda a campanha eleitoral.

“Estamos propondo uma campanha presidida pela ética, pela seriedade, pelo compromisso com a verdade e sem fazer da vida pública uma máquina de triturar reputações”, afirmou o tucano.

“O PT partilha a proposta da OAB e diz aqui, publicamente, que assume o compromisso de fazermos aquilo que for necessário para um debate qualificado, não só na internet, mas nessa grandiosa disputa que iremos ter no país”, declarou o petista.

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, afirmou que o objetivo da campanha “não é cessar inverdades e calúnias nem tutelar a liberdade, mas buscar a conscientização sobre o uso da internet". A iniciativa da entidade tem o apoio do Congresso em Foco.

Representante do pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), o deputado Duarte Nogueira (PSDB-SP), que preside a sigla em São Paulo, disse que os tucanos se comprometem a usar a internet para difundir projetos e propostas durante a campanha eleitoral.

Relator do projeto do marco civil da internet na Câmara, o deputado Alessandro Molon (PT-RJ) afirmou que a nova legislação assegura aos usuários a liberdade de expressão. Além dos parlamentares, o evento contou com a participação de Bruno Magrani, do Facebook. Segundo ele, o termo "eleições" foi o segundo mais usado na rede em 2013.

Mais sobre eleições limpas

Mais sobre eleições 2014

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo