Em artigo no New York Times, Lula ataca Moro: “Tornou-se intocável”

O ex-presidente Lula, preso em Curitiba desde abril por corrupção e lavagem de dinheiro, publicou um artigo no jornal americano The New York Times dizendo que “há um golpe de direita no Brasil”.

No texto, escrito da prisão, o petista faz críticas ao juiz Sérgio Moro, ao governo Temer e à imprensa brasileira.

Para ele, Moro se tornou intocável. “Mas o problema não é Sr. Moro, são aqueles que o elevam a esse estado intocável: a direita e as elites neoliberais que sempre se opuseram à nossa luta por justiça social e igualdade no Brasil”, disse em trecho do texto.

Lula diz que a maioria dos brasileiros não aprova a agenda das “elites” e, por isso, declara que mesmo da cadeia é candidato à presidência.

“Milhões de brasileiros entendem que a minha prisão não tem nada a ver com corrupção e que estou aqui por razões meramente políticas”, escreve.

O ex-presidente diz que não quer se colocar acima da lei, mas faz um apelo para um julgamento “justo e imparcial”.

“Eu quero respeito e democracia”, diz. “Se eles quiserem me derrotar de verdade, que o façam pelas eleições”.

Lula está preso desde abril pela Lava Jato e deve ser impedido de participar da disputa presidencial pela Lei da Ficha Limpa. Mesmo assim, o PT deve fazer o registro da sua candidatura até amanhã (15).

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!