Em alta, Marina terá semana de superexposição

Candidata do PSB, que aparece à frente de Dilma em eventual segundo turno no Ibope, será entrevistada pelo Jornal Nacional na quarta e lançará seu programa de governo na quinta. Datafolha divulga nova pesquisa na sexta

Depois de aparecer como vencedora em uma eventual disputa em segundo turno com Dilma Rousseff (PT), segundo pesquisa Ibope, Marina Silva (PSB) ainda terá uma semana de grande exposição na mídia. Quatro horas após a divulgação da sondagem em que aparece nove pontos à frene da petista no confronto direto, Marina estará no primeiro debate presidencial, a ser transmitido pela Rede Bandeirantes às 22 horas.

Na quarta-feira (27), a nova candidata do PSB à Presidência será entrevistada na bancada do Jornal Nacional, compromisso considerado por sua coordenação de campanha como um momento fundamental para se afirmar na segunda posição.

No dia seguinte, Marina conduzirá em Brasília o lançamento do programa de governo coordenado pelo ex-deputado federal Maurício Rands (PSB-PE) e pela socióloga Maria Alice Setúbal, herdeira do Banco Itaú.

Já na sexta-feira, o Datafolha promete divulgar nova pesquisa da corrida ao Palácio do Planalto, o que colocará a ex-senadora no centro das atenções novamente.

Marina Silva assumiu o posto de candidata do PSB à Presidência na última quarta-feira (20), quando foi confirmada pela coligação como substituta de Eduardo Campos (PSB), de quem era vice.  A ascensão de Marina aconteceu após a morte, no último dia 13, do ex-governador de Pernambuco, vítima de uma acidente aéreo ainda sem explicação. Marina tem o deputado Beto Albuquerque (PSB-RS) como companheiro de chapa.

A entrada da ex-ministra na corrida presidencial embaralhou ainda mais a disputa eleitoral, tornando praticamente inevitável a realização de um segundo turno e ameaçando as pretensões tanto de Dilma - no segundo turno - quanto de Aécio Neves (PSDB) - ainda no primeiro turno.

De acordo com o Ibope, Marina tem 29% das intenções de voto na disputa presidencial. Dilma continua na liderança no primeiro turno, com 34%, mas perde para a candidata do PSB na segunda rodada de votação. Aécio figura em terceiro lugar, com 19%. No segundo turno, se a eleição fosse hoje, Marina teria 45% dos votos e Dilma, 36%, segundo o instituto.

Com 21% das intenções de voto, Marina Silva empataria tecnicamente com Aécio Neves, diz Datafolha

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!