Eleições eliminaram tese de que impeachment foi golpe, diz Temer

Segundo o presidente, a vitória de partidos aliados de seu governo na eleição municipal mostra que a maioria dos brasileiros não comprou a versão difundida por seus adversários

O resultado do primeiro turno das eleições acabou com a tese de que o impeachment foi um golpe, disse o presidente Michel Temer (PMDB) em entrevista ao Jornal da Noite, da TV Bandeirantes, exibida na última madrugada. Segundo o peemedebista, a vitória de partidos aliados de seu governo na eleição municipal mostra que a maioria dos brasileiros não comprou a versão difundida por seus adversários. "[Eles] tiveram sucesso extraordinário. A revelar, portanto, que não houve acolhimento a certas teses que se deram no passado", declarou. "Se aquilo [tese do golpe] fosse verdadeiro, o eleitorado ia lá e prestigiaria quem pregou a ideia do golpe, que, evidentemente, jamais existiu", acrescentou.

O PMDB, de Temer, foi o partido que mais conquistou prefeituras no último domingo. Foram 1.028 em todo o país. Em seguida aparecem aliados do governo: PSDB (793), PSD (539), PP (493) e PSB (414). Já o PT foi a legenda que mais perdeu prefeituras: caiu de 630, em 2012, para 256 este ano. Nas capitais, os petistas só venceram em Rio Branco, no Acre.

Confira a entrevista de Temer à Band:

Eleições 2016: PT perdeu seis de cada dez votos em relação a 2012

Mais sobre eleições


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!