Eduardo Cunha recebe ‘respaldo’ para candidatura à presidência da Câmara

Deputado fluminense foi reconduzido à liderança do PMDB na Casa. Peemedebistas deram liberdade para ele construir arco de alianças visando a disputa pela principal cadeira da Mesa Diretora

A bancada do PMDB na Câmara dos Deputados aprovou, hoje (29), a recondução do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à liderança do partido. Reeleito no último dia 5 para o quarto mandato consecutivo, Cunha exerce a liderança do PMDB desde fevereiro do ano passado.

O peemedebista é um dos nomes cotados para disputar a presidência da Câmara na próxima legislatura. Segundo o deputado, se o partido lançar um nome para o cargo, será o dele. “O que a bancada me deu foi o respaldo de que, se PMDB se apresentar candidato [à presidência da Câmara], seria o meu nome. A partir daí, no momento que a bancada me respaldou, vamos conversar sobre candidatura à presidência da Câmara com os outros partidos, construindo um arco de apoiamentos”, disse após reunião da bancada.

Na Câmara, tradicionalmente, a presidência é ocupada pelo partido que tem a maior bancada. Nos últimos anos, PT e PMDB têm se revezado no cargo por terem eleito o maior número de deputados. Pelo acordo, que tem sido firmado desde 2007, no segundo mandato do presidente Lula, o PT tem ocupado a presidência nos dois primeiros anos de governo e o PMDB nos dois últimos.

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!