Eduardo Braga e Blairo Maggi: mocinho e vilão de filme

Blairo Maggi: vilão de um filme em que o mocinho é Eduardo Braga

Extra
Braga e Maggi viram mocinho e vilão em filme americano
Um filme sem ligação com a política em Brasília pode complicar ainda mais as relações entre o governo e o PR. O historiador americano Mark London acaba de lançar um documentário sobre a Amazônia, denominado Shark Loves the Amazon, em que o então governador Eduardo Braga aparece como mocinho e o vilão desmatador é o ex-governador do Mato Grosso Blairo Maggi. Hoje, ambos são senadores, e Braga (PMDB-AM), líder do governo no Senado, tenta convencer Maggi (PR-MT) a voltar para a base governista, depois que seu partido rompeu com o governo Dilma Rousseff.

Mata x soja
No filme, Braga dá depoimento sobre o Bolsa Floresta, projeto de seu governo voltado à preservação ambiental. Como contraponto, London usa depoimento de Maggi defendendo suas plantações de soja.

Na web
Anos atrás, Maggi comprou terras e construiu galpões no Amazonas para plantar soja, mas foi impedido por Braga e perdeu milhões.
Saiba mais sobre o filme Shark loves the Amazon

Perigo nos céus
Os diretores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos estão preocupados com o uso vândalo de laser por pessoas em solo contra aviões. Já são 202 registros de pilotos desde dezembro, em todo o país. A maioria dos relatos é de 'distração' e 'ofuscamento' de visão durante procedimento de descida.

Alcance
O laser é acionado por quem usa aquela 'canetinha' vendida até em camelôs, para uso de apresentações em palestras. Apesar de pequena, o raio da 'caneta' tem poder de alto alcance: acredite, de até cinco quilômetros.

Pré-campanha
Depende de um novo encontro nesta semana entre os caciques Marcondes Gadelha, Rômulo Barbosa e escrete para sacramentar a candidatura do médico Ítalo Kumamoto, do PSC, à prefeitura de João Pessoa.

Epa, epa
Partidos da base andam com saudade da liderança de Paulo Teixeira (SP) na bancada petista. Jilmar Tatto (SP), segundo líderes, trata a todos com arrogância.

Do caixa
A Odebrecht retomou as atrasadas obras do estádio Beira-Rio, sede da Copa, mas a empreiteira reclama com o Planalto que o dinheiro vem do seu caixa.

Causa própria?
Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, após o encontro no Palácio do Planalto com 28 empresários e a presidente, defendeu a prorrogação da isenção do IPI para a linha branca. Justificou que famílias da classe D ainda não têm máquina de lavar.

Nova ameaça
Governistas do Senado em alerta sobre a votação da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp), prevista para terça-feira (27). Os aliados PDT, PCdoB, PSB e o rebelde PR ameaçam votar contra.

Checagem
E o PMDB, com 18 senadores, continua um mistério. O líder do partido, Renan Calheiros (AL), e os senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Delcidio Amaral (PT-MS) passam este fim de semana checando votos por telefone para saber o real risco.

Descontão
O Senado, que publicou edital para contratação de pontos eletrônicos para os servidores, pode depois seguir o exemplo da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, que descontou as horas não trabalhadas de 163 servidores. Economia de R$ 120 mil.

Desencontro
O grupo dos oito senadores independentes do PMDB já não se reúne há meses. O primeiro a cair fora foi Eduardo Braga, quando viu que era oposição de fachada.

Risco e prêmio
Braga propôs que fizessem oposição sem medo ao líder Renan Calheiros. Ninguém topou. Com risco, mas pela coragem, ganhou a confiança de Dilma e virou líder.

Ponto final
Contrato Emergencial: essa tem sido a saída para o roubo do dinheiro público nas diferentes esferas de governo.

Com Gilmar Correa e Hosa Freitas

____________________________________

www.colunaesplanada.com.br . contato@colunaesplanada.com.br . Twitter: @leandromazzini

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!