Dória e Crivella lideram em São Paulo e no Rio

Levantamento do Datafolha aponta triplo empate técnico em corrida pela Prefeitura de São Paulo, com crescimento exponencial de João Dória (PSDB). No Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) segue na frente com cinco candidatos também empatados tecnicamente em segundo lugar

 

 

Pesquisa Datafolha para a Prefeitura de São Paulo divulgada na noite desta quinta-feira (22) trouxe um empate técnico entre os três principais candidatos. João Dória (PSDB) aparece na frente com 25% das intenções de voto, seguido por Celso Russomanno (PRB), com 22%, e Marta Suplicy (PMDB), com 20%. Com a margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos, os três candidatos estão tecnicamente empatados.

Leia também:

Um em cada quatro deputados que concorrem às eleições está sob investigação no STF

Eleição será a mais difícil desde a redemocratização, avaliam pesquisadores

Já no Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) aparece em primeiro lugar com 31% das intenções de voto. Seguido por cinco candidatos tecnicamente empatados em segundo lugar: Marcelo Freixo (Psol), com 10%; Jandira Feghali (PCdoB), com 9%; Pedro Paulo (PMDB), com 9%; Flávio Bolsonaro (PSC), com 7%; e Indio da Costa (PSD), com 6%.

São Paulo

O atual prefeito, Fernando Haddadd (PT), está apenas em quarto lugar na corrida eleitoral com 10% das intenções de voto. Em quinto, aparece Luiza Erundina (Psol), com 5%. Nos dados anteriores, publicados no dia 9 de setembro, Celso Russomanno liderava com 26%, seguido de Marta Suplicy, com 21%; João Doria, com 16%; Haddad, com 9%; e Erundina, com 7%.

O candidato tucano, João Dória, foi quem mais cresceu nas intenções de voto desde o início da campanha. Com maior tempo de televisão, o candidato ganhou 20 pontos percentuais em um mês de campanha, tendo largado em 5%, segundo pesquisa do final de agosto.

Para o segundo turno, o mesmo cenário de empate foi projetado pelo Datafolha em simulações entre os três candidatos. Russomanno ficaria com 44% ante 38% de Doria e 40% se pegasse Marta, com 41%. Se a disputa fosse entre Dória e Marta, o tucano teria 41% e a senadora 42%.

O instituto ouviu 1.260 pessoas, na quarta-feira (21).

Rio de Janeiro

No Rio, a dez dias da realização do primeiro turno, a disputa segue liderada pelo senador Marcelo Crivella, que subiu de 29% para 31% nas intenções de voto, segundo a nova pesquisa Datafolha. Com onze candidatos, a disputa apresenta um cenário de estabilidade e alta concorrência, com cinco nomes empatados em segundo lugar. Para o candidato do atual prefeito Eduardo Paes (PMDB), Pedro Paulo, a situação segue indefinida sobre a chegada dele ao segundo turno.

Em relação ao último levantamento, divulgado em 8 de setembro, Marcelo Freixo oscilou de 11% para 10%; Jandira Feghali e Pedro Paulo passaram de 8% para 9%; Flávio Bolsonaro tinha 6% e agora tem 7%ç e Indio da Costa e Carlos Osório (PSDB) mantiveram os mesmos 6% e 4%, respectivamente.

No cenários traçados para o segundo turno, Crivella venceria todos os principais adversários com larga vantagem.O instituto fez cinco simulações. Crivella alcança o maior percentual (55%) se o duelo for contra Pedro Paulo (PMDB) ou Flávio Bolsonaro (PSC), que teriam 21% e 19%, respectivamente.

Na disputa com Jandira Feghali, Crivella teria 50% contra 28% e travaria a disputa mais acirrada. Já no caso de Freixo e Indio da Costa, ambos teriam 26%, enquanto Crivella alcançaria a marca de 53% e 52% respectivamente.

A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos e entrevistou 1.023 pessoas no dia 21 de setembro.

Mais sobre eleições 2016

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!