Dispara percentual de brasileiros que acham Temer pior que Dilma

Pesquisa Datafolha indica que aumentou significativamente o percentual de brasileiros que consideram o governo Michel Temer pior que o de Dilma Rousseff. De acordo com o levantamento, 62% dos entrevistados consideram o atual governo pior que o anterior. Apenas 13% avaliam Temer melhor que a ex-presidente, e 23% que não há diferença entre eles. Em dezembro do ano passado, 40% consideravam o governo peemedebista pior do que o petista.

O levantamento também confirma o alto índice de rejeição a Temer (71%). Nesse aspecto, houve um recuo de dois pontos percentuais em relação a setembro. Essa diferença, contudo, está dentro da margem de erro. Para 23%, o governo é regular (eram 20% na pesquisa anterior), e para 5% (mesmo índice registrado há três meses), bom ou ótimo.

Os novos indicadores econômicos festejados pelo governo como sinal de que a economia está melhorando não entusiasmam a população, conforme o Datafolha. Cresceu de 56% para 60% os que esperam que a inflação vá piorar. Já em relação ao desemprego, há uma pequena percepção de melhora. Em setembro, 53% achavam que a situação só iria piorar. Agora esse percentual ficou em 50%. Também subiu, de 26% para 31%, o índice dos que consideram a ameaça de perder o emprego como a coisa que mais lhes dá medo.

Além de outros indicadores na área econômica, a pesquisa Datafolha mostra que o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) descolou da ex-senadora Marina Silva (Rede) na segunda colocação na corrida presidencial. Confirma, ainda, que o ex-presidente Lula (PT) seria eleito em qualquer cenário, no primeiro ou no segundo turno.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!